Fechar menu lateral

Avaliação Institucional

Diretoria de Avaliação Institucional (Diavi)

Unidade Administrativa/Juiz de Fora e Governador Valadares

 

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: http://www.ufjf.br/diavi/

E-mails: 
secretaria.avaliacao@ufjf.edu.br/
secretaria.avaliacao@gmail.com

Tel: (32) 2102-3915

Endereço: Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-330 – Juiz de Fora/MG – Prédio da Reitoria.

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 20h.

 

Breve descrição do(s) serviço(s) prestado(s):
A Diretoria de Avaliação Institucional (Diavi) da UFJF é um setor vinculado à Reitoria cujo objetivo principal é oferecer suporte a avaliações internas e externas no âmbito da instituição e propor diretrizes relacionadas à operacionalização da Avaliação da Universidade, conforme estabelece a Lei 10.861/2004, que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – Sinaes.

 

Público ao qual se destina:
Docentes, discentes, técnicos administrativos e coordenadores da UFJF.

 

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente.

 

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
O contato com o solicitante é realizado por e-mail, telefone, memorando e canais de imprensa da UFJF. Além disso, é realizado atendimento presencial.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
Em geral, o serviço é acessado por demanda prévia induzida pelo próprio setor, que faz serem cumpridas no âmbito da UFJF as normativas legais da avaliação superior. Como consequência, o público solicita a prestação de serviço, que também pode ocorrer por demanda espontânea.

 

Prazo para prestação do serviço:
O prazo para a prestação do serviço é condicionado aos prazos legais interpostos pelas normativas federais.

 

Prioridade no atendimento:
Atendimentos com prazos legais a serem cumpridos.

 

Outras informações:
O planejamento e a execução das avaliações internas e externas na UFJF são operacionalizadas com:
1) a consolidação e o aprimoramento dos instrumentos de avaliação própria, garantida a participação de todos os segmentos da comunidade acadêmica;
2) a sensibilização e o envolvimento efetivos dos setores nas avaliações externas;
3) a apropriação dos resultados das avaliações própria e externa no planejamento de atividades acadêmicas e administrativas.