Fechar menu lateral

Relações Internacionais

Diretoria de Relações Internacionais (DRI)

Unidade administrativa/Juiz de Fora e Governador Valadares 

 

A DRI oferece serviços relacionados ao intercâmbio acadêmico docente, discente e TAE, a parcerias externas e à reciprocidade de mobilidade internacional (Foto: Jade Uchoas/UFJF)

Sumário

1. Acordos Internacionais
2. Idioma sem Fronteiras
3. Intercâmbio Incoming
4. Internacional Office
5. PEC-G e PEC-PG
6. Secretaria Executiva


1. Acordos Internacionais

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: https://www2.ufjf.br/internationaloffice/acordos-e-convenios/
Email: incoming.dri@ufjf.edu.br

Telefone: (32) 2102-3389

Endereço:
Universidade Federal de Juiz de Fora – Diretoria de Relações Internacionais – Prédio do Centro de Vivência/Reitoria – Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-900 – Juiz de Fora/MG

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Breve descrição do(s) serviço(s) prestado(s):
O setor é responsável pelas parcerias entre a UFJF e instituições internacionais, seja por iniciativa de docentes da própria UFJF ou por interesse direto de instituição ou rede estrangeira.

 

Público ao qual se destina:
Discentes, docentes e TAEs.

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
As parcerias internacionais podem se originar por iniciativa de docentes da própria UFJF ou por interesse direto da instituição ou rede estrangeira por meio de docentes ou da equipe de relações internacionais. Quando ocorre a segunda opção, o contato é feito diretamente à DRI, que segue com as negociações da parceria.

Segue o passo a passo para a celebração da parceria com iniciativa própria de docente ou TAE da UFJF:
– As parcerias podem ser formalizadas por diversos instrumentos, dependendo do objetivo e da especificidade da cooperação. Para parcerias iniciantes e sem compromissos específicos assumidos podem ser assinadas Cartas de Intenções ou Memorandos de Entendimento.
– Para parcerias amplas, cooperação em pesquisa, ensino e extensão, intercambio de docentes, discentes e funcionários, em áreas de conhecimento diversas, o instrumento mais indicado é o Acordo Geral de Cooperação.
– Para objetivos específicos, o texto deve ser mais personalizado, como é o caso de Acordos de Dupla-Diplomação/Cotutela, de Acordos de Transferência de Recursos/Informações ou de Acordos de Formação de Redes/Multilaterais.

 

Principais etapas para o processamento do(s) serviço(s):
– O primeiro passo para a formalização da parceira envolve o docente da UFJF interessado no estabelecimento de uma parceria, possuindo um contato na instituição estrangeira escolhida, que vai determinar como será feita tal parceria, de modo que sejam definidos conteúdo, atividades de cooperação, seu escopo e áreas de atuação.
– Após o delineamento da parceria, em conjunto com o contato na instituição estrangeira, deve-se escolher o instrumento jurídico mais adequado para a celebração desta. A escolha deve levar em consideração os objetivos da parceria e a utilidade de cada espécie de instrumento. Essa escolha também deve ser feita em comum acordo com o futuro parceiro internacional e a DRI poderá auxiliar na definição do instrumento jurídico mais adequado com base no delineamento inicial.
– Após a escolha do instrumento jurídico, os interessados devem detalhar seus termos, priorizando quando possível, a utilização de modelos fornecidos pela UFJF ou pela instituição estrangeira. Deve-se acrescentar as especificidades da parceria e delimitar questões como objeto, vigência, contatos, endereços, responsáveis e outras aplicáveis a cada caso.
– No caso das Cotutelas, deve-se atentar para a necessidade de definição de todo o rito acadêmico pertinente (onde serão cursados os créditos, como serão aproveitados os estudos feitos no exterior, onde será a defesa, como será a banca, em que idioma será redigido o trabalho, etc.). Antes de enviar a proposta de parceria, os interessados deverão preencher o Formulário de Parceria Internacional, disponível em: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScvc7HipmKdf_0VhZ1FNtDc90PZYnQhHITnmjU7SlDYZFGsBw/viewform.
– Com este formulário, a equipe da DRI poderá ter detalhes práticos da parceria que aceleram o trâmite de formalização da parceria. Com o formulário preenchido, os interessados poderão enviar a proposta da parceria à DRI.
– O formulário e a minuta do acordo no instrumento jurídico escolhido ou as informações necessárias para a realização da minuta devem ser enviados para o e-mail incoming.dri@ufjf.br. É importante ressaltar que todas as minutas de acordos devem incluir uma via em Português e uma via de igual conteúdo no idioma local da instituição parceira. Caso esta seja oriunda de país lusófono, somente o texto em português é suficiente. Caso seja necessária a tradução da via em português, a DRI pode auxiliar através do programa Labint.
– Com a minuta em mãos e os dados da instituição estrangeira, a equipe da DRI avaliará a proposta de parceria e negociará o texto da minuta, em contato com os responsáveis pela celebração de parceria da instituição estrangeira. Para tal, serão utilizadas as informações enviadas pelos interessados no formulário de parceria internacional.
– Com a aprovação da minuta pelo futuro parceiro, a equipe da DRI fará a abertura e montagem do processo eletrônico do Acordo Internacional e o encaminhará via SEI para as instâncias pertinentes, conforme o instrumento.
– Caso haja solicitação de retificações, observações ou justificativas pelos órgãos internos da UFJF, a tramitação pode se estender. Essa fase pode ocorrer primeiro na UFJF ou na futura instituição parceira, após as assinaturas do parceiro internacional, a depender do que for pactuado na fase de negociação.
– Via de regra, os acordos internacionais tramitam pela DRI, Coordenação de Convênios na Proex, Pró-Reitorias e unidades acadêmicas relacionadas com o tema do acordo e pela Procuradoria Federal para análise jurídica.
– A partir da aprovação interna pelos órgãos institucionais, o acordo é assinado pela autoridade competente e encaminhado à DRI, que se encarregará da postagem do acordo para assinatura da instituição estrangeira, caso ainda não tenha ocorrido.
– A partir da última assinatura o acordo é considerado vigente e cada instituição ficará com pelo menos uma via para consulta.
– Com o aproximar do fim do prazo de vigência do acordo, a DRI é notificada pela Coordenação de Convênios sobre as perspectivas de renovação ou arquivamento da parceria. Nesse momento, o interessado poderá ser consultado para apresentação de resultados e justificativas para a renovação.

 

Previsão do prazo máximo para prestação do(s) serviço(s):
Não é possível estimar um tempo de tramitação dos acordos. A DRI trabalha com uma expectativa de no mínimo três meses para tramitação interna e outros três meses para assinatura do parceiro internacional. Porém, a depender da complexidade do acordo e dos procedimentos adotados pela instituição parceira, esse prazo pode variar grandemente.

 

Prioridade no atendimento:
O setor de Acordos Internacionais da DRI não possui mecanismos especiais de prioridade de atendimento. Os acordos são tramitados respeitando a ordem cronológica de solicitação. Acordos que justificadamente possuem urgência são encaminhados com tal requisição que deve ser referendada pelo reitor.

Previsão do tempo de espera para o atendimento:
O setor de Acordos Internacionais da DRI responde às demandas em um prazo máximo de 72h. O tempo de processamento dos acordos, no entanto, depende também de outros setores da Universidade e inclusive de órgãos externos e internacionais, portanto a conclusão do serviço não possui tempo estimável.

 

Tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento:
A DRI tem o compromisso de atender os solicitantes, seja presencial ou eletronicamente, procurando responder às suas dúvidas e atender às solicitações de maneira eficiente e oportuna. Quando do atendimento a docentes da UFJF, é normalmente necessária a explicação dos procedimentos e o engajamento do professor em colocar e manter a parceria ativa. A equipe também precisa ser compreensiva quanto a diferenças culturais, linguísticas, legais e inclusive de fuso horário no trato com parceiros atuais e potenciais. Por essa razão, a equipe de Acordos Internacionais da DRI procura, na medida do possível, comunicar-se com os representantes internacionais em sua língua nativa, até como meio de evitar falhas de comunicação. Quando isso não é possível, o inglês é usado como língua de negociação. 

 

Etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização do(s) serviço(s), incluídas estimativas de prazos:
– O primeiro passo para a formalização da parceira envolve o docente da UFJF interessado no estabelecimento de uma parceria, possuindo um contato na instituição estrangeira escolhida, que vai determinar como será feita tal parceria, de modo que sejam definidos conteúdo, atividades de cooperação, seu escopo e áreas de atuação.
– Após o delineamento da parceria, em conjunto com o contato na instituição estrangeira, deve-se escolher o instrumento jurídico mais adequado para a celebração desta. A escolha deve levar em consideração os objetivos da parceria e a utilidade de cada espécie de instrumento. Essa escolha também deve ser feita em comum acordo com o futuro parceiro internacional e a DRI poderá auxiliar na definição do instrumento jurídico mais adequado com base no delineamento inicial.
– Após a escolha do instrumento jurídico, os interessados devem detalhar seus termos, priorizando quando possível, a utilização de modelos fornecidos pela UFJF ou pela instituição estrangeira. Deve-se acrescentar as especificidades da parceria e delimitar questões como objeto, vigência, contatos, endereços, responsáveis e outras aplicáveis a cada caso.
– No caso das Cotutelas, deve-se atentar para a necessidade de definição de todo o rito acadêmico pertinente (onde serão cursados os créditos, como serão aproveitados os estudos feitos no exterior, onde será a defesa, como será a banca, em que idioma será redigido o trabalho, etc.). Antes de enviar a proposta de parceria, os interessados deverão preencher o Formulário de Parceria Internacional, disponível em: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScvc7HipmKdf_0VhZ1FNtDc90PZYnQhHITnmjU7SlDYZFGsBw/viewform.
– Com este formulário, a equipe da DRI poderá ter detalhes práticos da parceria que aceleram o trâmite de formalização da parceria. Com o formulário preenchido, os interessados poderão enviar a proposta da parceria à DRI.
– O formulário e a minuta do acordo no instrumento jurídico escolhido ou as informações necessárias para a realização da minuta devem ser enviados para o e-mail incoming.dri@ufjf.br. É importante ressaltar que todas as minutas de acordos devem incluir uma via em Português e uma via de igual conteúdo no idioma local da instituição parceira. Caso esta seja oriunda de país lusófono, somente o texto em português é suficiente. Caso seja necessária a tradução da via em português, a DRI pode auxiliar através do programa Labint.
– Com a minuta em mãos e os dados da instituição estrangeira, a equipe da DRI avaliará a proposta de parceria e negociará o texto da minuta, em contato com os responsáveis pela celebração de parceria da instituição estrangeira. Para tal, serão utilizadas as informações enviadas pelos interessados no formulário de parceria internacional.
– Com a aprovação da minuta pelo futuro parceiro, a equipe da DRI fará a abertura e montagem do processo eletrônico do Acordo Internacional e o encaminhará via SEI para as instâncias pertinentes, conforme o instrumento.
– Caso haja solicitação de retificações, observações ou justificativas pelos órgãos internos da UFJF, a tramitação pode se estender. Essa fase pode ocorrer primeiro na UFJF ou na futura instituição parceira, após as assinaturas do parceiro internacional, a depender do que for pactuado na fase de negociação.
– Via de regra, os acordos internacionais tramitam pela DRI, Coordenação de Convênios na Proex, Pró-Reitorias e unidades acadêmicas relacionadas com o tema do acordo e pela Procuradoria Federal para análise jurídica.
– A partir da aprovação interna pelos órgãos institucionais, o acordo é assinado pela autoridade competente e encaminhado à DRI, que se encarregará da postagem do acordo para assinatura da instituição estrangeira, caso ainda não tenha ocorrido.
– A partir da última assinatura o acordo é considerado vigente e cada instituição ficará com pelo menos uma via para consulta.
– Com o aproximar do fim do prazo de vigência do acordo, a DRI é notificada pela Coordenação de Convênios sobre as perspectivas de renovação ou arquivamento da parceria. Nesse momento, o interessado poderá ser consultado para apresentação de resultados e justificativas para a renovação.

 

Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações:
A DRI tem o compromisso de atender os solicitantes, seja presencial ou eletronicamente, procurando responder às suas dúvidas e atender às solicitações de maneira eficiente e oportuna. Quando do atendimento a docentes da UFJF, é normalmente necessária a explicação dos procedimentos e o engajamento do professor em colocar e manter a parceria ativa. A equipe também precisa ser compreensiva quanto a diferenças culturais, linguísticas, legais e inclusive de fuso horário no trato com parceiros atuais e potenciais. Por essa razão, a equipe de Acordos Internacionais da DRI procura, na medida do possível, comunicar-se com os representantes internacionais em sua língua nativa, até como meio de evitar falhas de comunicação. Quando isso não é possível, o inglês é usado como língua de negociação. 

 

Mecanismos de consulta, por parte dos usuários, acerca do andamento do(s) serviço(s) solicitado(s) e eventual manifestação:
Os trâmites internos dos processos de acordos internacionais podem ser consultados via SEI, para os acordos tramitados por via eletrônica, e via Siga, para acordos até então tramitados fisicamente. O setor de acordos internacionais da DRI também consulta por email, telefone ou por rastreamento de correio o andamento das assinaturas de acordos pelos parceiros internacionais. 

Mecanismos de comunicação com os usuários do(s) serviço(s):
Divulgação de informações no canais de comunicação da UFJF e do setor; divulgação de informações em redes sociais; emails, e telefonemas.

 

Elementos básicos de sistema de sinalização visual da unidade de atendimento:
A DRI é sinalizada com um letreiro na parte externa da construção com as palavras “International Office” e com adesivos nas portas das salas que sinalizam os serviços prestados em cada uma. No site oficial da UFJF, a DRI possui o ícone “International”, que direciona para a página em inglês da Universidade e para os serviços da DRI em específico.

Condições de acessibilidade, limpeza e conforto:
Para acesso ao atendimento presencial da DRI na UFJF, a construção possui rampa de acesso do nível da rua e as salas ficam no térreo, não necessitando de escadas. As salas são limpas diariamente e possuem cadeiras para atendimento nas mesas e um lounge para recepção de docentes, discentes e representantes internacionais. 

Procedimentos para atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível:
Caso a tramitação de processos via SEI ficar indisponível, a DRI possui todas as condições de voltar a tramitar acordos fisicamente, via impressão e montagem do processo em papel.

 

(Informações atualizadas em 19/02/2021, às 11h40)

 

Voltar ao Sumário


2. Idioma sem Fronteiras

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: http://www.ufjf.br/internationaloffice/
Email: isf@ufjf.edu.br

Telefone: (32) 2102-6929

Endereço:
Universidade Federal de Juiz de Fora – Diretoria de Relações Internacionais – Prédio do Centro de Vivência/Reitoria – Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-330 – Juiz de Fora/MG

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Breve descrição dos serviços prestados:
O Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF) oferece cursos presenciais em línguas estrangeiras, aplicação gratuita da prova TOEFL para discentes, docentes e técnico-administrativos, e o curso de “Português para Estrangeiros”. Este atende também à comunidade externa. No ano de 2018, a UFJF tornou-se um posto aplicador da prova de proficiência em língua portuguesa para estrangeiros (Celpe-Bras).

 

Público ao qual se destina:
Comunidade Acadêmica (Discentes, docentes, TAEs e terceirizados) e público externo. 

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
Pela pagina da Diretoria de Relações Internacionais, e-mail, redes sociais, atendimento presencial e pelo SEI

Principais etapas para o processamento do(s) serviço(s):
A solicitação chega em nossos canais de comunicação ou presencialmente, passa pela conferência, e o setor – disponibilizando de todos os dados necessários solicitados pela comunidade acadêmica ou pelo público externo – procede a informação ao solicitante, de maneira eficaz e rápida.

Previsão do prazo máximo para prestação do(s) serviço(s):
Se a solicitação ou informação depender apenas do IsF, no mesmo dia é realizado a prestação do serviço solicitado, mas se depender de outros setores da instituição ou até mesmo de fora dela esse prazo pode ser um pouco maior.

 

Prioridade no atendimento:
Atendimentos solicitados pelo MEC. Porém não havendo, todos os atendimentos são prioridades em nosso setor.

Previsão do tempo de espera para o atendimento:
Depende do tipo de atendimento solicitado. Se depender apenas do setor, no mesmo dia o solicitante tem a resposta. Mas, se depender de outros órgãos ou até mesmo de outros setores da UFJF, esse prazo pode ser maior.

Tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento:
A DRI tem o compromisso de atender aos solicitantes de forma respeitosa, seja presencial ou eletronicamente, procurando responder às suas dúvidas e atender às solicitações de maneira eficiente e oportuna.

 

Etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização do(s) serviço(s), incluídas estimativas de prazos:
O serviço inicia pela maneira que o solicitante melhor achar que pode nos contatar (e-mail, redes sociais, sitio da DRI, ou presencialmente), e a DRI, recebendo essa demanda e possuindo as informações requeridas, atende prontamente ao solicitante no menor prazo possível.

Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações:
Toda reclamação ou sugestão que recebemos pelos nossos meios de comunicação ou presencialmente são avaliados pela equipe e, caso tenham fundamento para uma possível melhora na prestação de nossos serviços, são prontamente atendidas e/ou implementadas em nosso cotidiano de trabalho.

 

Mecanismos de consulta, por parte dos usuários, acerca do andamento do(s) serviço(s) solicitado(s) e eventual manifestação:
A consulta se dá por e-mail, presencialmente ou pelo site da DRI, tudo a depender da maneira que foi solicitada a informação e do tipo de informação solicitada pelo requerente. 

Mecanismos de comunicação com os usuários do(s) serviço(s):
Divulgação de informações no canais de comunicação da UFJF e do setor; divulgação de informações em redes sociais, emails, e telefonemas.

 

Elementos básicos de sistema de sinalização visual da unidade de atendimento:
A DRI é sinalizada com um letreiro na parte externa da construção, com as palavras “International Office”, e com adesivos nas portas das salas que sinalizam os serviços prestados em cada uma. No site oficial da UFJF, a DRI possui o ícone “International”, que direciona para a página em inglês da Universidade e para os serviços da DRI.

Condições de acessibilidade, limpeza e conforto:
Para acesso ao atendimento presencial da DRI na UFJF, a construção possui rampa de acesso do nível da rua e as salas ficam no térreo, não necessitando de escadas. As salas são limpas diariamente e possuem cadeiras para atendimento nas mesas e um “lounge” para recepção de docentes, discentes e representantes internacionais.

Procedimentos para atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível:
Por e-mail, redes sociais, presencialmente ou por telefone.

 

(Informações atualizadas em 18/11/2020, às 15h59) 

 

Voltar ao Sumário


3. Intercâmbio Incoming

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: https://www2.ufjf.br/international/
Email: incoming.dri@ufjf.edu.br

Telefone: (32) 2102-3389

Endereço:
Universidade Federal de Juiz de Fora – Diretoria de Relações Internacionais – Prédio do Centro de Vivência/Reitoria – Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-900 – Juiz de Fora/MG

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.
Atendimento on-line de segunda a sexta, das 8 às 12h, e das 14 às 18h, pelo Skype driufjf@outlook.com

 

Breve descrição do(s) serviço(s) prestado(s):
Este setor é voltado precipuamente para o atendimento de estudantes, professores e TAEs oriundos de países estrangeiros. O setor de Intercâmbio Incoming auxilia os interessados estrangeiros com a sua regularização migratória no Brasil e com o registro na UFJF, prestando informações e realizando procedimentos.

Público ao qual se destina:
Discentes, docentes, TAEs e público externo. 

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
– Para informações gerais sobre regularização da situação migratória, estrangeiros vinculados à UFJF podem procurar o serviço presencialmente, por e-mail ou por telefone. Para o atendimento, o passaporte é estritamente necessário. Caso o interessado possua Carteira Nacional de Registro Migratório também é importante apresentá-la.
– Para informações sobre registro na UFJF, estrangeiros aprovados em processos seletivos ou aceitos para intercâmbio podem procurar o serviço presencialmente, por e-mail ou por telefone. Para o atendimento, o Passaporte é estritamente necessário. Caso o interessado possua documentos comprobatórios do seu aceite pela UFJF, pode apresentá-los para agilizar o atendimento.

Principais etapas para o processamento do(s) serviço(s):
Após a prestação de informações, o usuário é direcionado ao órgão competente (Polícia Federal, Receita Federal, Ministério da Justiça ou outro) para efetivar sua solicitação, já instruído sobre documentação e ações necessárias. Caso se trate de procedimento interno, o Intercâmbio Incoming recolhe e consolida a documentação pertinente e a encaminha ao setor competente para providências (Cdara, Propp, Progepe ou outro).

 

Previsão do prazo máximo para prestação do(s) serviço(s):
Os serviços estritamente internos são processados em até duas semanas da solicitação. Para o prazo de serviços prestados por órgãos externos à UFJF, consulte o órgão de seu interesse.

Prioridade no atendimento:
O setor de Intercâmbio Incoming não possui mecanismos especiais de prioridade de atendimento. As demandas são tratadas respeitando a ordem cronológica de solicitação. Urgências de regularização de situação migratória devidamente justificadas podem ser processadas com prioridade.

 

Previsão do tempo de espera para o atendimento:
Os atendimentos presenciais e por telefone são geralmente imediatos. Atendimento por e-mail pode demorar até 72h.

Tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento:
A DRI tem o compromisso de atender os solicitantes, seja presencial ou eletronicamente, procurando responder às suas dúvidas e atender às solicitações de maneira eficiente e oportuna. A equipe também precisa ser compreensiva quanto a diferenças culturais, linguísticas, legais e inclusive de fuso horário no trato com parceiros atuais e potenciais. Por essa razão, a equipe Incoming da DRI procura, na medida do possível, comunicar-se com os usuários estrangeiros em sua língua nativa, até como meio de evitar falhas de comunicação. Quando isso não é possível, o inglês é usado como língua de atendimento. 

 

Etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização do(s) serviço(s), incluídas estimativas de prazos:
– Candidatura para Intercâmbio Incoming:
Estudantes de universidades estrangeiras conveniadas à UFJF podem realizar sua candidatura de intercâmbio preenchendo formulário específico. Após o preenchimento do formulário, o usuário deve aguardar até uma semana para receber por e-mail sua Carta de Aceite assinada e, assim, dar seguimento ao seu pedido de visto junto à repartição consular brasileira no exterior mais próxima.

– Matrícula
Após a chegada ao Brasil, os intercambistas serão convidados a participar do “Orientation Day”, no qual receberão orientações gerais sobre a vida acadêmica na UFJF. Durante o Orientation Day, são coletadas cópias da documentação migratória dos intercambistas e solicitado o registro junto à Cdara.

Especificamente quanto à matrícula nas disciplinas, os intercambistas têm as duas primeiras semanas de aula para frequentar livremente todas as aulas de seu interesse. Na segunda quinta-feira após o início do semestre, até as 18h, os intercambistas devem informar no e-mail incoming.dri@ufjf.edu.br os códigos, turmas e nomes das disciplinas que cursarão durante o semestre. De posse dessa informação, o setor realiza a matrícula nas disciplinas solicitadas em até daus semanas.

Os intercambistas em seu segundo semestre de intercâmbio podem realizar a pré-matrícula pelo Siga, como alunos regulares.

– Prorrogação
A prorrogação do intercâmbio é facultada aos estudantes internacionais que estão em seu primeiro semestre de intercâmbio na UFJF e desejam permanecer por mais um semestre. Os intercambistas interessados em prorrogar seu intercâmbio devem pedir autorização à sua universidade de origem e encaminhá-la para o e-mail incoming.dri@ufjf.edu.br até 30 dias antes do encerramento do semestre em curso. O setor processará todas as solicitações em até uma semana e instruirá os interessados sobre prorrogação de visto, caso necessária.

– Encerramento de Vínculo
O encerramento de vínculo com a UFJF é feito automaticamente ao final de cada semestre, caso o intercambista não solicite prorrogação do intercâmbio no prazo estipulado.

– Emissão e retificação de Histórico de Intercâmbio
A primeira emissão do histórico é feita juntamente com o encerramento do vínculo do intercambista. Caso haja alguma incorreção, o intercambista deve entrar em contato com o professor responsável pela disciplina incorreta solicitando confirmação por e-mail da nota correta. O intercambista deve então encaminhar a confirmação do professor ao e-mail incoming.dri@ufjf.edu.br para que a DRI faça a solicitação de retificação junto à Cdara. O tempo de processamento da retificação é de até duas semanas.

 

Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações:
Sugestões e reclamações devem ser encaminhadas para o e-mail incoming.dri@ufjf.edu.br. As manifestações são analisadas e processadas pela equipe do setor e a resposta é encaminhada para o e-mail do usuário em até 72h. 

Mecanismos de consulta, por parte dos usuários, acerca do andamento do(s) serviço(s) solicitado(s) e eventual manifestação:
O acompanhamento do andamento das solicitações/manifestações dos usuários pode ser feito por contato via e-mail, telefone ou presencialmente, no horário de atendimento do setor.

Mecanismos de comunicação com os usuários do(s) serviço(s):
Divulgação de informações no canais de comunicação da UFJF e do setor; divulgação de informações em redes sociais; emails, e telefonemas.

 

Elementos básicos de sistema de sinalização visual da unidade de atendimento:
A DRI é sinalizada com um letreiro na parte externa da construção com as palavras “International Office” e com adesivos nas portas das salas que sinalizam os serviços prestados em cada uma. No site oficial da UFJF, a DRI possui o ícone “International”, que direciona para a página em inglês da Universidade e para os serviços da DRI em específico.

Condições de acessibilidade, limpeza e conforto:
Para acesso ao atendimento presencial da DRI na UFJF, a construção possui rampa de acesso do nível da rua e as salas ficam no térreo, não necessitando de escadas. As salas são limpas diariamente e possuem cadeiras para atendimento nas mesas e um “lounge” para recepção de docentes, discentes e representantes internacionais. 

Procedimentos para atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível:
Na indisponibilidade dos sistemas de gestão acadêmica e administrativa (Siga e SEI), procedimentos estritamente internos podem ser realizados na forma de e-mail ou via ofício em papel. Caso o serviço dependa da disponibilidade de sistemas on-line de órgãos externos à UFJF (Polícia Federal, Receita Federal, Ministério da Justiça, etc) o usuário deve aguardar o reestabelecimento desses sistemas para concluir o atendimento.

 

(Informações atualizadas em 12/02/2021, às 14h52)

 

Voltar ao Sumário


4. Internacional Office

Em construção

 

Voltar ao Sumário


5. PEC-G e PEC-PG

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: www2.ufjf.br/internationaloffice/pec-pg-2/
Email: pec.dri@ufjf.edu.br

Telefone: (32) 2102-3389

Endereço:
Universidade Federal de Juiz de Fora – Diretoria de Relações Internacionais – Prédio do Centro de Vivência/Reitoria – Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-900 – Juiz de Fora/MG

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Breve descrição dos serviços prestados:
O Programa Estudante-Convênio de Graduação e Pós-Graduação (PEC-G e PEC-PG) oferece a estudantes de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordo educacional, cultural ou científico-tecnológico a oportunidade de realizar seus estudos de graduação e pós-graduação em Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras. O programa é administrado pelo Ministério das Relações Exteriores, por meio da Divisão de Temas Educacionais, e pelo Ministério da Educação, em parceria com Instituições de Ensino Superior em todo o país.

 

Público ao qual se destina:
Comunidade Acadêmica (Discentes, docentes, TAEs e terceirizados) e público externo. 

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
Os usuários obtêm as informações descritas de forma clara e objetiva na página da Diretoria de Relações Internacionais, no site da UFJF. Em caso de dúvida, recorrem aos nossos meios de atendimento acima descritos, momento em que são prontamente atendidos.

Principais etapas para o processamento do(s) serviço(s):
Recebimento da demanda, análise, decisão e execução.

Previsão do prazo máximo para prestação do(s) serviço(s):
Previsão legal.

 

Prioridade no atendimento:
A priori, as prioridades previstas em lei. O atendimento é sempre pautado na colaboração com o usuário, buscando atendê-lo em sua necessidade, em atendimento aos princípios constitucionais da Administração Pública: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

Previsão do tempo de espera para o atendimento:
Trabalhamos para que o atendimento seja realizado de forma imediata, tão logo a demanda nos seja apresentada. A execução e a finalização do serviço demandado dependerá de sua peculiaridade. Em suma, as demandas geralmente são atendidas dentro do prazo legal.

Tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento:
A DRI tem o compromisso de atender aos solicitantes de forma respeitosa, seja presencial ou eletronicamente, procurando responder às suas dúvidas e atender às solicitações de maneira eficiente e oportuna. 

 

Etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização do(s) serviço(s), incluídas estimativas de prazos:
No geral, os serviços são realizados de maneira a priorizar as urgências e cumprir os prazos previstos em lei, sempre buscando o atendimento de forma a não prejudicar o usuário.

Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações:
Os e-mails são verificados diuturnamente, os telefonemas prontamente atendidos, bem como o atendimento presencial. No intuito de conduzir as demandas de forma adequada e transparente, solicitamos aos usuários a formalização por email, ocasião em que analisamos as situações e, de acordo com a urgência que o caso requerer, apresentamos nossos esclarecimentos e orientações.

 

Mecanismos de consulta, por parte dos usuários, acerca do andamento do(s) serviço(s) solicitado(s) e eventual manifestação:
Utilizamos os mecanismos que dispomos , tais como: e-mail, telefone, Sistemas Internos On-line (SEI, Siga, etc), pessoalmente, e correspondências oficiais, de acordo com o serviço solicitado. 

Mecanismos de comunicação com os usuários do(s) serviço(s):
Divulgação de informações no canais de comunicação da UFJF e do setor; divulgação de informações em redes sociais; sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), emails, e telefonemas.

 

Elementos básicos de sistema de sinalização visual da unidade de atendimento:
A DRI é sinalizada com um letreiro na parte externa da construção com as palavras “International Office” e com adesivos nas portas das salas que sinalizam os serviços prestados em cada uma. No site oficial da UFJF, a DRI possui o ícone “International”, que direciona para a página em inglês da Universidade e para os serviços da DRI.

Condições de acessibilidade, limpeza e conforto:
Para acesso ao atendimento presencial da DRI na UFJF, a construção possui rampa de acesso do nível da rua e as salas ficam no térreo, não necessitando de escadas. As salas são limpas diariamente e possuem cadeiras para atendimento nas mesas e um “lounge” para recepção de docentes, discentes e representantes internacionais.

Procedimentos para atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível:
Telefone e presencial.

 

(Informações atualizadas em 18/11/2020, às 16h30)

Voltar ao Sumário


6. Secretaria Executiva

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: http://www.ufjf.br/internationaloffice/
Email: internationaloffice@ufjf.edu.br
Telefone: (32) 2102-3947

Endereço:
Universidade Federal de Juiz de Fora – Diretoria de Relações Internacionais – Prédio do Centro de Vivência/Reitoria – Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-330 – Juiz de Fora/MG

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Breve descrição do(s) serviço(s) prestado(s):
A Diretoria de Relações Internacionais (DRI) atende docentes, discentes, servidores, comunidade externa nacional e internacional. A DRI oferece serviços relacionados à manutenção e ampliação do intercâmbio acadêmico docente, discente e TAE; à criação dos meios institucionais para o estabelecimento de parcerias externas e à viabilização da reciprocidade da mobilidade internacional nos três segmentos.

Com o Programa de Intercâmbio Internacional de Graduação (PII-GRAD), oferece, por meio de um edital anual, vagas, isentas do pagamento de mensalidades, em instituições parceiras para a mobilidade acadêmica dos alunos da UFJF. Além disso, tem oferecido bolsa aos alunos classificados e aprovados dentro dos critérios estabelecidos pelo edital publicado.

Em parceria com o Colégio de Aplicação João XXIII, a DRI  coordena o processo de seleção de alunos do Ensino Médio do Programa de Intercâmbio Internacional do João XXIII (PII-João)

A partir de 2017, a DRI, através do Global July Program, passou a oferecer diversos cursos, em línguas estrangeiras, predominantemente em inglês, nas mais diversificadas áreas. Estes são ministrados por professores estrangeiros convidados ou por professores da nossa instituição.

Em conformidade com o plano institucional de internacionalização(2018), a DRI criou os seguintes projetos: Laboratório de Internacionalização (Labint), que oferece a revisão de artigos científicos redigidos em inglês, para fomentar a publicação em revistas internacionais e a tradução de material institucional em outras línguas; Mais Idiomas, que consiste na oferta de cursos em idiomas estrangeiros não oferecidos pelos cursos regulares e são ministrados por bolsistas estrangeiros em mobilidade na UFJF; e o Programa de Mobilidade Internacional Docente (Promid), que oferece bolsas aos docentes para se capacitarem em língua inglesa, com o compromisso de ofertar disciplinas de seu departamento em inglês.

Além desses projetos, a DRI coordena os seguintes programas:
– Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), que oferece cursos presenciais em línguas estrangeiras, aplicação gratuita da prova TOEFL para discentes, docentes e técnicos administrativos, e o curso de Português para estrangeiros. Este atende também à comunidade externa.  No ano de 2018, a UFJF tornou-se um posto aplicador da prova de proficiência em língua portuguesa para estrangeiros (CELPE-BRAS).

– Programa Estudante-Convênio de Graduação e Pós-Graduação (PEC-G e PEC-PG), que oferece a estudantes de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordo educacional, cultural ou científico-tecnológico a oportunidade de realizar seus estudos de graduação e pós-graduação em Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras. O programa é administrado pelo Ministério das Relações Exteriores, por meio da Divisão de Temas Educacionais, e pelo Ministério da Educação, em parceria com Instituições de Ensino Superior em todo o país.

 

Público ao qual se destina:
Comunidade Acadêmica (Discentes, docentes, TAEs e terceirizados) e público externo.

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Telefone, e-mail, presencialmente, sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), redes sociais, cartas.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o(s) serviço(s):
Todas as informações para acesso aos serviços encontram-se em: https://www2.ufjf.br/internationaloffice. Os interessados também podem tirar dúvidas ou fazer solicitações pelo telefone +55 32 2102-3947 ou pelos endereços eletrônicos específicos para os serviços específicos descritos: internatinaonaloffice.dri@ufjf.edu.br; revisao.dri@ufjf.edu.br; certifica.dri@ufjf.edu.br e csf.dri@ufjf.edu.br

 

Principais etapas para o processamento do(s) serviço(s):

Laboratório de Internacionalização
O projeto Laboratório de Internacionalização (Labint), gerenciado pela DRI, visa apoiar a tradução de material institucional e a revisão de artigos científicos de professores da UFJF. Ele está regularizado pela Resolução nº 100, de 26 de setembro de 2018, do Conselho Setorial de Graduação. Na medida do possível, o prazo máximo de retorno é em 20 dias úteis, a partir da confirmação do e-mail recebido. 

As etapas estão descritas em https://www2.ufjf.br/internationaloffice/politica-linguistica/labint/. Em caso de pedido de urgência feito por autoridade superior, atendemos de imediato.
Contato: revisão.dri@ufjf.edu.br.

Certificação
Serviço que tem como público-alvo alunos da UFJF e ex-alunos cuja solicitação tenha a ver com estudos e/ou estágios relacionados ao meio acadêmico, que consiste na certificação de diploma, histórico e cartas nas línguas inglesa e espanhola.
As etapas estão descritas em https://www2.ufjf.br/internationaloffice/intercambio/certificacao/.
Contato certifica.dri@ufjf.edu.br.

Ciências sem Fronteiras
Embora o programa tenha se encerrado, ainda resolvemos pendências que aparecem quando o aluno requer histórico escolar.
O passo a passo está em https://www2.ufjf.br/internationaloffice/intercambio/outgoing/ciencias-sem-fronteiras/. Contato: csf.dri@ufjf.edu.br

Solicitação de viagens e passagens
Serviço que tem como público alvo os servidores TAEs do nosso setor, diretora e professores colaboradores pertencentes ao quadro da UFJF a participar de eventos promovidos pela DRI. Esta solicitação nos é encaminhada pelo SEI com aviso por e-mail. Se for convidado, a solicitação se dá por e-mail (internationaloffice@ufjf.edu.br)

 

Previsão do prazo máximo para prestação do(s) serviço(s):
A Secretaria Executiva da DRI não possui mecanismos especiais de prioridade de atendimento. As solicitações são atendidas respeitando a ordem cronológica de solicitação.

 

Prioridade no atendimento:
A Secretaria executiva da DRI não possui mecanismos especiais de prioridade de atendimento. As solicitações são atendidas respeitando a ordem cronológica de solicitação.

Previsão do tempo de espera para o atendimento:
Procuramos atender sempre da forma mais rápida possível. Nos links descritos acima, estão definidos os prazos, dependendo do serviço solicitado.

Tratamento a ser dispensado aos usuários quando do atendimento:
A DRI tem o compromisso de atender aos solicitantes de forma respeitosa, seja presencial ou eletronicamente, procurando responder às suas dúvidas e atender às solicitações de maneira eficiente e oportuna.

 

Etapas, presentes e futuras, esperadas para a realização do(s) serviço(s), incluídas estimativas de prazos:
Estão definidos nos links dos serviços ofertados. E quanto ao serviço de “Solicitação de Viagens”, os prazos são definidos no link https://www2.ufjf.br/planejamento/scdp/.

Procedimentos para receber, atender, gerir e responder às sugestões e reclamações:
Encaminhamento de e-mail para internationaloffice@ufjf.edu.br.

 

Mecanismos de consulta, por parte dos usuários, acerca do andamento do(s) serviço(s) solicitado(s) e eventual manifestação:
Por e-mail e no Siga. No serviço de solicitação de viagem, no SEI e na plataforma do www2.scdp.gov.br/novoscdp/home.xhtml

Mecanismos de comunicação com os usuários do(s) serviço(s):
Divulgação de informações no canais de comunicação da UFJF e do setor; divulgação de informações em redes sociais; sistemas internos on-line (SEI, Siga, etc), emails, e telefonemas.

 

Elementos básicos de sistema de sinalização visual da unidade de atendimento:
A DRI é sinalizada com um letreiro na parte externa da construção, com as palavras “International Office”, e com adesivos nas portas das salas, que sinalizam os serviços prestados em cada uma. No site oficial da UFJF, a DRI possui o ícone “International”, que direciona para a página em inglês da Universidade e para os serviços da DRI.

Condições de acessibilidade, limpeza e conforto:
Para acesso ao atendimento presencial da DRI na UFJF, a construção possui rampa de acesso do nível da rua e as salas ficam no térreo, não necessitando de escadas. As salas são limpas diariamente e possuem cadeiras para atendimento nas mesas e um “lounge” para recepção de docentes, discentes e representantes internacionais. 

Procedimentos para atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível:
Caso o SEI, e-mail ou telefones fiquem indisponíveis, a DRI atende presencialmente.

 

Outras informações:
Em https://www2.ufjf.br/internationaloffice/, são divulgadas oportunidades em relação à promoção da internacionalização da UFJF

 

(Informações atualizadas em 17/11/2020, às 18h42)

Voltar ao Sumário