Fechar menu lateral

Ações Afirmativas

Sumário

  1. Diretoria de Ações Afirmativas

  2. Ouvidoria Especializada em Ações Afirmativas


 

1. Diretoria de Ações Afirmativas

Unidade Administrativa/Campus Juiz de Fora

 

Contatos e horários

Sítio Eletrônico: http://www.ufjf.br/diaaf
Email: acoesafirmativas@ufjf.edu.br
Tel: (32) 2102-6919

Endereço:
Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-330 – Juiz de Fora/MG – Prédio da Reitoria.

Dias e Horário de funcionamento:
De segunda-feira a sexta-feira, de 7h às 19h.

 

Breve descrição do(s) serviço(s) prestado(s):
A Diretoria de Ações Afirmativas (Diaaf) é responsável pela proposição e articulação de ações que sensibilizem e mobilizem a comunidade universitária para a convivência cidadã com as inúmeras realidades presentes na diversidade social, correlacionadas a gêneros e sexualidades, às tradições das culturas, às questões étnico-raciais, à vulnerabilidade socioeconômica, dentre outras. A Diaaf tem como competência a promoção de condições institucionais que permitam a implementação e o acompanhamento de políticas públicas voltadas às ações afirmativas no âmbito da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Além disso, a Diaaf mantém uma Ouvidoria Especializada para acolhimento de denúncias e depoimentos a respeito de situações de assédios, discriminações, preconceitos, violências e opressões.

 

Público ao qual se destina:
Discentes, docentes e TAE’s da UFJF.

 

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-mail, site e presencialmente.

 

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Telefone, por e-mail, presencial.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
É requisito para acessar os serviços prestados pela Diaaf estar vinculado à UFJF como docente, discente ou TAE. A necessidade de apresentar ou não documentos varia de acordo com a demanda do usuário.

 

Prazo para prestação do serviço:
Como são demandas variadas e específicas, o prazo para o atendimento depende de cada demanda.

 

Prioridade no atendimento:
São prioridades no atendimento da Diaaf o acompanhamento dos grupos de estudantes cotistas; o cuidado e a atuação no campo da acessibilidade física e psicológica das pessoas integrantes da Universidade; a sensibilização e a mobilização da comunidade universitária para a convivência cidadã e social com as diversas realidades presentes na diversidade social (correlacionadas a gênero e sexualidade, à tradição das culturas, etnia e vulnerabilidade socioeconômica); promoções que possibilitem a reversão de um quadro simbólico sobre as populações discriminadas às quais tais políticas se destinam e as denúncias a respeito de situações de assédios, discriminações, preconceitos, violências e opressões.

 

Outras informações:
Criada em 2014, através da Portaria nº 1.172, a Diretoria de Ações Afirmativas está vinculada ao Gabinete do Reitor e situada no prédio da Reitoria da UFJF.

 


 

2. Ouvidoria Especializada em Ações Afirmativas

Unidade Administrativa/Diretoria de Ações Afirmativas (Diaaf)/Juiz de Fora e Governador Valadares

 

Contatos e horários

Sítio eletrônico: http://www.ufjf.br/diaaf

E-mail: ouvidoriaespecializada.diaaf@ufjf.edu.br

Telefone: (32) 2102-3380

Endereço: Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – São Pedro – CEP: 36.036-330 – Juiz de Fora/MG – Prédio da Reitoria, sala 123

Dias e horário de funcionamento:
Segundas, quartas e quintas, das 14h às 18h
Quintas e sextas, das 8h às 12h

 

Breve descrição do(s) serviço(s) prestado(s):
A Ouvidoria Especializada em Ações afirmativas é instância diretamente vinculada à Diretoria de Ações Afirmativas, que tem, segundo resolução do Conselho Superior da UFJF nº 608/ 2016, as seguintes competências:
– Receber denúncias e depoimentos a respeito das situações de discriminação, preconceito, violência e opressão vivenciadas no ambiente universitário, garantindo o sigilo dos e das envolvidos (as).
– Realizar o acolhimento e o encaminhamento dos manifestantes aos serviços de atendimento especializado no interior da UFJF ou na rede pública.
– Dar apoio e orientação aos membros da comunidade acadêmica da UFJF, vítimas de discriminação, preconceito, violência e opressão ou em situação de vulnerabilidade social, jurídica e psicológica.
– Sistematizar dados com vistas a subsidiar a formulação de novas políticas de ações afirmativas e apoio à diversidade pela gestão da UFJF.
– Articular-se sistematicamente com a Ouvidoria Geral da UFJF no processo de acolhimento e encaminhamento dos assuntos referentes às ações afirmativas.

 

Público ao qual se destina:
Discentes da UFJF, servidores docentes e técnicos administrativos e pessoas da comunidade externa.

 

Forma de acesso ao serviço:
Telefone, e-Ouv, e-mail, presencialmente e carta.

Forma de comunicação com o solicitante do serviço:
Em geral, o contato com o manifestante é realizado de forma presencial. Além disso, outros canais de comunicação utilizados são o contato telefônico e/ou e-mail.

 

Requisitos e documentos necessários para acessar o serviço:
As manifestações dirigidas à Ouvidoria Especializadas em Ações Afirmativas poderão ser identi­ficadas ou anônimas e devem conter todas as informações necessárias à sua análise e tratamento. São necessárias informações de contato (endereço, telefone ou e-mail) para o encaminhamento da resposta ou solicitação de informações adicionais, pela Ouvidoria. Será garantido o sigilo quanto à autoria da manifestação quando expressamente solicitado pelo demandante ou, por decisão do(a) ouvidor(a), nos casos em que tal providência se ­fizer necessária.

 

Prazo para prestação do serviço:
– As manifestações deverão ser respondidas em até 20 dias corridos, prorrogáveis por mais 20, mediante justi­ficativa circunstanciada apresentada à Ouvidoria.
– Nos casos em que há pedido de complementação pela Ouvidoria ao manifestante, o prazo começa a ser contabilizado a partir do recebimento desta.

 

Prioridade no atendimento:
Atendimentos presenciais.