Fechar menu lateral

Grupos de Pesquisa

Os seguintes Grupos de Pesquisa são liderados por professores do PPG-Linguística:

FrameNet Brasil

O grupo FrameNet Brasil origina-se dos avanços em pesquisa, formação de recursos humanos e estabelecimento de parcerias obtidos pelo projeto homônimo, iniciado em 2007 no âmbito do PPG-Linguística da UFJF, através da linha de pesquisa Linguística e Cognição. Seu trabalho tem inserção na pós-graduação, com a produção constante de pesquisas de mestrado e doutorado em todas as linhas de atuação; no desenvolvimento de inovação tecnológica, com o lançamento do Dicionário FrameNet Brasil da Copa do Mundo (http://www.dicionariodacopa.com.br), do assistente virtual mknob (http://www.mknob.com) e do parser sintático-semântico CARMA (http://carma.framenetbr.ufjf.br); e na criação de bases de conhecimento fundadas em frames e construções para o processamento computacional de línguas naturais em um contexto multilíngue e multimodal. Tem parcerias consolidadas com diversos grupos de pesquisa internacionais e lidera a Global FrameNet Initiative (https://globalframenet.org).

 

GPEL – Grupo de Pesquisa sobre Ensino de Latim

O Grupo visa promover a reflexão teórica sobre a prática do ensino de língua e literatura latina no Brasil. Dentre as atividades do grupo, destacam-se o fomento a trabalhos de graduação e pós-graduação que abordem o tema, a promoção de seminários e foruns de discussão. Também são objetivos do grupo a divulgação dessas reflexões por meio de publicações especializadas e a elaboração de materiais didáticos. É importante ressaltar que o grupo é composto por pesquisadores vinculados a instituições de diferentes regiões do Brasil: Unicamp, UFJF, UFES e UFBA. Produções de 2015: Lançamento do livro: PRATA, P.; FORTES, F. “Latim hoje: reflexões sobre cultura clássica e ensino”. Campinas:Mercado de Letras, 2015. Organização do número 13 da Revista PhaoS (IEL), relativo ao ensino das línguas clássicas, latim e grego: http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/phaos/issue/view/243 Organizadores: Paulo Sérgio de Vasconcellos (editor da Revista) Fábio Fortes Patricia Prata.

 

GRUPELS – Grupo de Pesquisa em Língua(gem) e Sociedade

Este grupo tem como objetivo desenvolver pesquisas nas áreas a que se vincula por meio de projetos integrados ou individuais. Busca, ainda, estabelecer discussão acerca de modelos teórico-metodológicos diferentes, visando melhor entender e/ou descrever os fenômenos linguísticos investigados nos eventos: contatos lingüísticos, relações culturais e identitárias no âmbito de salas de aula, filosofia da linguagem. Para divulgação dos resultados das pesquisas desenvolvidas por seus membros e respectivos orientandos, são promovidos simpósios, cursos, palestras e publicações. O Grupels congrega professores e estudantes de mestrado, doutorado e iniciação científica que desenvolvem pesquisas, em sua maioria com financiamento de agências de fomento.

 

Grupo de Estudos Linguísticos da Libras (GELLI)

O Grupo de Estudos Linguísticos da Libras (GELLI) promove discussões sobre aspectos gramaticais da Libras em um viés descritivo e analítico, na perspectiva da teoria gerativa, recebendo alunos da Pós-graduação e da graduação interessados na área. O grupo visa promover o interesse pela pesquisa na área, com enfoque principalmente para aspectos morfossintáticos e efeitos de modalidade que impactam de alguma forma a discussão sobre a arquitetura da gramática. Atuamos na extensão, promovendo Ciclos de Palestras com professores convidados e eventos que dão espaço para os alunos apresentar e discutir suas pesquisas. Os membros do grupo levam apresentações das pesquisas em andamento e concluídas para eventos importantes da área, como a Abralin, o COINES, o Lisco, entre outros.

 

Grupo de Pesquisa em Aquisição e Processamento da Linguagem

O Grupo vincula-se ao NEALP (Núcleo de Estudos em Aquisição da Linguagem e Psicolinguística). As pesquisas desenvolvidas compreendem a investigação de habilidades perceptuais, cognitivas, linguísticas e não linguísticas, no percurso de aquisição da linguagem e no processamento linguístico adulto. Busca-se, na teoria linguística, uma caracterização da faculdade de linguagem e das propriedades e operações linguísticas que sejam compatíveis com modelos de processamento linguístico. São focalizadas interfaces internas à língua (sintaxe-semântica) e externas (sintaxe-discurso/pragmática). Como repercussões, temos a participação de seus integrantes em eventos científicos nacionais e internacionais (BUCLD, IASCL, GALA, Romance Turn, ALFAL; ENAL/EIAL, EIPA, ABRALIN, ANPOLL etc., e em comitês de avaliação; a publicação de artigos em periódicos A1 a B2 e capítulos de livros; e a organização do VIII ENAL/II EIAL.

 

Grupo Interação, Sociedade e Educação

O Grupo Interação, Sociedade e Educação tem atuação em pesquisa na área de linguagem e educação, com ações no desenvolvimento de projetos de pesquisas, cursos de extensão e eventos, direcionadas à formação inicial e continuada de professores.

 

Núcleo de Investigações em Teoria da Gramática (InTeGra)

O Núcleo de Investigações em Teoria da Gramática (InTeGra) dedica-se à descrição e explicação de fenômenos morfológicos, sintáticos e morfossintáticos das línguas naturais, a partir dos desenvolvimentos recentes do quadro teórico da gramática gerativa, como o Programa Minimalista (Chomsky, 1993) e as abordagens sintáticas de formação de palavras, como a Morfologia Distribuída (Halle e Marantz, 1993) e o modelo Exoesqueletal (Borer, 2003).

 

NUPACT – Núcleo de Pesquisa em Abordagem Construcional e Tradução

O NUPACT – Núcleo de Pesquisa em Abordagem Construcional e Tradução foi criado, formalmente, em setembro de 2019 na Universidade Federal de Juiz de Fora. Em sua gênese, o NUPACT visa a estabelecer uma confluência entre os pressupostos fundamentais da Gramática de Construções, da Linguística de Corpus e dos Estudos da Tradução, tendo substancialmente a intenção de agregar pesquisas e pesquisadores que trabalhem, de forma conjunta ou isolada, cada um desses vieses. Na prática, as ações iniciais do núcleo de pesquisa datam de 2009, ano em que a Profa. Pós-Dra. Patrícia Fabiane Amaral da Cunha Lacerda ingressou como docente na Universidade Federal de Juiz de Fora. Desde então, no período compreendido entre setembro de 2009 e setembro de 2019, foram orientados numerosos trabalhos de doutorado, mestrado, conclusão de curso e iniciação científica. E foram realizadas diversas publicações em importantes períodos nacionais.