Fechar menu lateral

Grupos de Pesquisa

Os seguintes Grupos de Pesquisa são liderados por professores do PPG-Linguística:

FrameNet Brasil

O grupo FrameNet Brasil origina-se dos avanços em pesquisa, formação de recursos humanos e estabelecimento de parcerias obtidos pelo projeto homônimo, iniciado em 2007 no âmbito do PPG-Linguística da UFJF, através da linha de pesquisa Linguística e Cognição. Seu trabalho tem inserção na pós-graduação, com a produção constante de pesquisas de mestrado e doutorado em todas as linhas de atuação; no desenvolvimento de inovação tecnológica, com o lançamento do Dicionário FrameNet Brasil da Copa do Mundo (http://www.dicionariodacopa.com.br), do assistente virtual mknob (http://www.mknob.com) e do parser sintático-semântico CARMA (http://carma.framenetbr.ufjf.br); e na criação de bases de conhecimento fundadas em frames e construções para o processamento computacional de línguas naturais em um contexto multilíngue e multimodal. Tem parcerias consolidadas com diversos grupos de pesquisa internacionais e lidera a Global FrameNet Initiative (https://globalframenet.org).

 

GPEL – Grupo de Pesquisa sobre Ensino de Latim

O Grupo visa promover a reflexão teórica sobre a prática do ensino de língua e literatura latina no Brasil. Dentre as atividades do grupo, destacam-se o fomento a trabalhos de graduação e pós-graduação que abordem o tema, a promoção de seminários e foruns de discussão. Também são objetivos do grupo a divulgação dessas reflexões por meio de publicações especializadas e a elaboração de materiais didáticos. É importante ressaltar que o grupo é composto por pesquisadores vinculados a instituições de diferentes regiões do Brasil: Unicamp, UFJF, UFES e UFBA. Produções de 2015: Lançamento do livro: PRATA, P.; FORTES, F. “Latim hoje: reflexões sobre cultura clássica e ensino”. Campinas:Mercado de Letras, 2015. Organização do número 13 da Revista PhaoS (IEL), relativo ao ensino das línguas clássicas, latim e grego: http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/phaos/issue/view/243 Organizadores: Paulo Sérgio de Vasconcellos (editor da Revista) Fábio Fortes Patricia Prata.

 

GRUPELS – Grupo de Pesquisa em Língua(gem) e Sociedade

Este grupo tem como objetivo desenvolver pesquisas nas áreas a que se vincula por meio de projetos integrados ou individuais. Busca, ainda, estabelecer discussão acerca de modelos teórico-metodológicos diferentes, visando melhor entender e/ou descrever os fenômenos linguísticos investigados nos eventos: contatos lingüísticos, relações culturais e identitárias no âmbito de salas de aula, filosofia da linguagem. Para divulgação dos resultados das pesquisas desenvolvidas por seus membros e respectivos orientandos, são promovidos simpósios, cursos, palestras e publicações. O Grupels congrega professores e estudantes de mestrado, doutorado e iniciação científica que desenvolvem pesquisas, em sua maioria com financiamento de agências de fomento.

 

Grupo de Estudos Linguísticos da Libras (GELLI)

O Grupo de Estudos Linguísticos da Libras (GELLI) promove discussões sobre aspectos gramaticais da Libras em um viés descritivo e analítico, na perspectiva da teoria gerativa, recebendo alunos da Pós-graduação e da graduação interessados na área. O grupo visa promover o interesse pela pesquisa na área, com enfoque principalmente para aspectos morfossintáticos e efeitos de modalidade que impactam de alguma forma a discussão sobre a arquitetura da gramática. Atuamos na extensão, promovendo Ciclos de Palestras com professores convidados e eventos que dão espaço para os alunos apresentar e discutir suas pesquisas. Os membros do grupo levam apresentações das pesquisas em andamento e concluídas para eventos importantes da área, como a Abralin, o COINES, o Lisco, entre outros.

 

Grupo de Pesquisa em Aquisição e Processamento da Linguagem

O Grupo vincula-se ao NEALP (Núcleo de Estudos em Aquisição da Linguagem e Psicolinguística). As pesquisas desenvolvidas compreendem a investigação de habilidades perceptuais, cognitivas, linguísticas e não linguísticas, no percurso de aquisição da linguagem e no processamento linguístico adulto. Busca-se, na teoria linguística, uma caracterização da faculdade de linguagem e das propriedades e operações linguísticas que sejam compatíveis com modelos de processamento linguístico. São focalizadas interfaces internas à língua (sintaxe-semântica) e externas (sintaxe-discurso/pragmática). Como repercussões, temos a participação de seus integrantes em eventos científicos nacionais e internacionais (BUCLD, IASCL, GALA, Romance Turn, ALFAL; ENAL/EIAL, EIPA, ABRALIN, ANPOLL etc., e em comitês de avaliação; a publicação de artigos em periódicos A1 a B2 e capítulos de livros; e a organização do VIII ENAL/II EIAL.

 

Grupo Interação, Sociedade e Educação

O Grupo Interação, Sociedade e Educação tem atuação em pesquisa na área de linguagem e educação, com ações no desenvolvimento de projetos de pesquisas, cursos de extensão e eventos, direcionadas à formação inicial e continuada de professores.

 

Núcleo de Investigações em Teoria da Gramática (InTeGra)

O Núcleo de Investigações em Teoria da Gramática (INTEGRA) foi inaugurado no ano de 2018 no âmbito do Programa de Pós Graduação em Linguística da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora.O INTEGRA dedica-se à investigação de fenômenos morfológicos, sintáticos e morfossintáticos das línguas naturais, buscando, através da descrição do funcionamento empírico desses fenômenos, discutir abordagens teóricas que possam fornecer aos dados uma análise adequada do ponto de vista explicativo.De maneira, geral, os trabalhos do INTEGRA se desenvolvem a partir de uma perspectiva de língua como conhecimento internalizado e inconsciente do falante, buscando a explicitação desse conhecimento através das ferramentas teóricas produzidas, especialmente – mas não exclusivamente – pelos desenvolvimentos atuais da Teoria Gerativa, tal como o Programa Minimalista (Chomsky, 1993, 1995 e trabalhos subsequentes) e as abordagens sintáticas de formação de palavras, como a Morfologia Distribuída (Halle e Marantz, 1993; Marantz, 1997 e trabalhos subsequentes) e o modelo Exoesqueletal (Borer, 2000 e trabalhos subsequentes).

 

NUPACT – Núcleo de Pesquisa em Abordagem Construcional e Tradução

O NUPACT – Núcleo de Pesquisa em Abordagem Construcional e Tradução foi criado, formalmente, em setembro de 2019 na Universidade Federal de Juiz de Fora. Em sua gênese, o NUPACT visa a estabelecer uma confluência entre os pressupostos fundamentais da Gramática de Construções, da Linguística de Corpus e dos Estudos da Tradução, tendo substancialmente a intenção de agregar pesquisas e pesquisadores que trabalhem, de forma conjunta ou isolada, cada um desses vieses. Na prática, as ações iniciais do núcleo de pesquisa datam de 2009, ano em que a Profa. Pós-Dra. Patrícia Fabiane Amaral da Cunha Lacerda ingressou como docente na Universidade Federal de Juiz de Fora. Desde então, no período compreendido entre setembro de 2009 e setembro de 2019, foram orientados numerosos trabalhos de doutorado, mestrado, conclusão de curso e iniciação científica. E foram realizadas diversas publicações em importantes períodos nacionais.