Fechar menu lateral

Roteiros

Ao todo são sugeridos cinco roteiros de visitação, tais como biodiversidade, processos biológicos e mitos brasileiros

A visitação do Jardim Botânico é sugerida em cinco roteiros temáticos, compostos por “pontos” distribuídos pelos caminhos das áreas de visita e que, juntos, versam sobre um tema. Há também a possibilidade de preferir uma visita menos estruturada, livremente, sem seguir algum desses temas. Veja abaixo a descrição dos roteiros.

 

Os grandes grupos vegetais

Com foco nos grupos vegetais, esse roteiro busca apresentar e analisar a diversidade do jardim. Os pontos de visitação destacam as características morfológicas, ecológicas e evolutivas, além da importância econômica das espécies presentes no percurso. Assim, este roteiro estabelece um diálogo direto com os temas lecionados nas escolas, funcionando como um instrumento complementar de ensino aos professores.

Sugestão etária: a partir de 12 anos.
Tempo estimado: uma hora.

 

 

 

Diversidade vegetal e etnobotânica

Esse roteiro explora a diversidade vegetal e os saberes populares associados a tais recursos. Para além dos nomes científicos e populares das espécies, o roteiro enfoca principalmente os saberes indígenas, quilombolas, campesinos e tradicionais. Os pontos de visitação desmistificam os saberes “não acadêmicos” como sendo inferiores.

Sugestão etária: livre.
Tempo estimado: três horas.

 

Processos e relações ecológicas

A diversidade vegetal não é algo estático, pelo contrário, as espécies se relacionam de diferentes maneiras. O roteiro explora as relações entre as espécies como uma constante alteração, revelando processos intrigantes como o mutualismo, o parasitismo e a competição.

Sugestão etária: a partir de 10 anos.
Tempo estimado: duas horas.

 

 

 

Mitos, heroínas e heróis brasileiros

Como uma forma de resgate e valorização da cultura nacional, o roteiro foca nos mitos, heroínas e heróis populares da nossa história. Para além de relatos ou causos, há a preocupação de discutir temas fundamentais a uma sociedade mais justa, respeitosa e igualitária, como feminismo, racismo e etnocídio.

Sugestão etária: livre.
Tempo estimado: à escolha do visitante.

 

Socioambientalismo

Com foco crítico nas questões históricas, políticas e econômicas da relação entre sociedade e natureza, o roteiro propõe um debate relacionado aos conceitos e estruturas sobre o meio ambiente. Nas discussões propostas, que buscam desmistificar discursos hegemônicos, temas como as reais causas da perda da biodiversidade e a importância da agricultura familiar.

Sugestão etária: a partir de 12 anos.
Tempo estimado: três horas.

 

 

 

Roteiro livre

Neste roteiro, os monitores do Jardim Botânico guiam o grupo de visitantes em percurso não definido, atendendo suas possíveis expectativas que surgirem com a interação com os elementos do local. Total de pontos: 10.

Sugestão etária: livre.
Tempo estimado: à escolha do visitante