“A participação ratifica o importante papel da Universidade na defesa da diversidade”, destaca o organizador Marcelo Carmo (Foto: Gustavo Tempone/UFJF)

Juiz de Fora irá sediar, entre os dias 7 e 18 de agosto, a terceira edição da Semana Rainbow da UFJF. O anúncio foi feito pelo organizador , professor e coordenador do projeto de extensão “Identidades, cidadania e inclusão LGBTQ+”, Marcelo Carmo Rodrigues, em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira, 27. O vídeo da semana, apresentado em feira de turismo LGBTQ+ em Nova York, no último mês, foi exibido pela primeira vez na cidade.

“O evento, que já é uma tradição na UFJF, tem importância fundamental na inclusão de minorias, contra o preconceito e a discriminação”, destacou o diretor de Ações Afirmativas, Julvan Moreira de Oliveira. Segundo Carmo, o papel da UFJF é fundamental na promoção da diversidade. “A ideia é não recuar de um discurso que não tem mais volta. A participação ratifica o importante papel da Universidade na defesa da diversidade.”

A iniciativa é apenas uma das ações do projeto de extensão, que também tem foco na geração de emprego e renda de população vulnerável (em parceria com a  Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da UFJF – Intecoop), além de realização de projetos de inclusão, pesquisas e outros eventos ao longo do ano.

Uma das ações da Semana Rainbow já pode ser conferida na instituição. Dois traffic calming da UFJF (em frente ao Direito e à Letras) ganharam um colorido especial nesta quinta-feira, 27. Eles foram pintados com as cores da bandeira rainbow e chamaram a atenção de quem passou pelo local. A iniciativa tem como objetivo comemorar o Dia do Orgulho LGBTI, nesta quinta, 28. Leia mais aqui. 

Programação para todxs
A programação, que ainda está sendo finalizada, inclui ações como o LGBTQ+ Day, realizado no dia 17 de agosto, na Praça Cívica da UFJF, com atendimentos em saúde, além de shows, gastronomia e orientações para defesa pessoal.

Iniciativa é inspirada em ações implantadas em países como Estados Unidos e França (Foto: Gustavo Tempone)

Também está previsto para a semana um festival de cinema, em comemoração aos “50 anos da Revolução de Stonnewall”. A programação contará ainda com editais para a escolha do nome do evento, definição da temática, apoio a projetos culturais, concurso fotográfico, além de shows variados, teatro, rodas de conversa, conferências, oficinas, lançamento de livros, workshops e exposições de artes visuais. A previsão é de que a programação seja finalizada até o dia 15 de julho, com grandes nomes do cenário artístico nacional. 

No entanto, Marcelo do Carmo antecipou a presença de três atrações: o pesquisador Márcio Caetano, da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e um dos autores do livro História do Movimento LGBT no Brasil; Megg Rayara Gomes de Oliveira, a primeira travesti negra a conquistar o título de doutora, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR); além do deputado federal David Miranda (Psol).

Deputado federal David Miranda é um dos convidados da programação (Foto: Divulgação)

Segundo Carmo, o evento vem ficando cada ano mais robusto. Ano passado foram 48 atrações, este ano estão previstas mais de 50. “Segundo pesquisas anuais que realizamos, o evento movimenta em torno de R$ 2,5 milhões na economia de Juiz de Fora”. Apesar do gasto baixo por pessoa, em torno de R$ 200 e R$ 300, o professor vê uma evolução em relação à ocupação hoteleira. “É um processo lento, mas vejo de forma otimista.”

A definição da programação poderá ser acompanhada por meio do site e das redes sociais do evento (Instagram e Facebook). Nos próximos dias está previsto o lançamento de edital para empresas interessadas em apoiar o evento.

Outras informações
www.semanarainbowufjf.com.