Fechar menu lateral

Apresentação

Foto da Exposição "Água de beber"

O Museu de Cultura Popular tem sua origem na obra do Prof. Wilson de Lima Bastos, criador do Centro de Estudos Sociológicos em 6 de junho de 1962.

Neste centro foi fundado, em 26 de janeiro de 1963, o Departamento de Folclore que criou o Museu do Folclore, em 12 de março de 1965, data do centenário do folclorista Lindolfo Gomes, patrono do Museu.

Em 12 de março de 1973, o museu transferiu-se para o Forum da Cultura com exposição permanente do acervo. Em 30 de setembro de 1987, o museu foi doado à UFJF.

Nesta data, o Prof. Dr. Antônio Henrique Weitzel assumiu o legado, iniciando o registro de tombamento das peças, e dando continuidade a promoções de cursos, seminários e mostras.

O trabalho desenvolvido no Museu do Folclore, a partir de 1997, sob a administração do prof. José Luiz Ribeiro integrou de forma holística outras atividades realizadas no Forum da Cultura. A ação possibilitou um aumento substancial de visitas às exposições. A política de difusão cultural motivada pela extensão, aprofuFoto de uma visitação à Exposição "Folclore Brasileiro"ndou relações com escolas, com a comunidade juiz-forana e de cidades vizinhas, despertando o interesse do público.

Com mais de três mil peças em acervo, o Museu de Cultura Popular oferece exposições mensais com estatuárias, peças de crenças religiosas e cerâmicas, brinquedos populares, entre outras peças de culturas nacionais e estrangeiras. A delicadeza e a originalidade das obras e utensílios expostos regularmente neste espaço despertam o interesse, encantam e fazem sonhar adultos e crianças, proporcionando uma janela para tradições populares em transformação.