Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: PSI215 - PSICOLOGIA DA SEXUALIDADE E ESTUDOS DE GÊNERO

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE PSICOLOGIA /ICH

Campos de estudos da sexualidade: história e conceituação. Sexualidade e gênero como categorias analíticas para as ciências humanas e para as áreas da saúde e da educação. Sexualidade, diversidade de gênero e temas transversais: identidade de gênero, interseccionalidade, orientação do desejo. Os estudos de gênero e seus desdobramentos nas políticas públicas em saúde e educação. A construção da sexualidade e seus aspectos normativos: marcos psicopatologizantes, heteronormatividade, cisnormatividade e normalização das condutas, produção de corpos e governo das populações.
Unidade 1
Campos de estudos da sexualidade e do gênero
- História e conceituação.
- A sexualidade e os estudos de gênero na psicologia, nas ciências sociais e nas áreas da saúde e da educação.
- Compreensão e crítica às normas que governam gênero e sexualidade.
Unidade 2
Sexualidade, diversidade sexual e temas transversais
- Sexualidade, diversidade de gênero e temas transversais: identidade de gênero, interseccionalidade, orientação do desejo.
- Os estudos de gênero e seus desdobramentos nas políticas públicas em saúde e educação.
Unidade 3
A construção da sexualidade e seus aspectos normativos
- Os corpos e as sexualidades: nas escolas, nos hospitais, nas famílias.
- Diversidade sexual/de gênero e regulação da cidadania.
- Estudos feministas e estudos de gênero na pesquisa em psicologia.
BUTLER, J. Regulações de gênero. Cadernos Pagu, 42, 249-274, 2014.
_____. O parentesco é sempre tido como heterossexual? Cadernos Pagu, 21, 219-260,2003.
ARÁN, M., & PEIXOTO JÚNIOR, C. A. Subversões do desejo: sobre gênero e subjetividade em Judith Butler. Cadernos Pagu, 28, 129-147,2007.
FOUCAULT, M. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1988.
PAIVA, V. A psicologia redescobrirá a sexualidade?. Psicologia em Estudo, 13(4), 641-651, 2008.
LOURO, G. L.O Corpo Educado. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.
AMARAL, M.S.; SILVA, T. C.; CRUZ, K.O., & TONELI, M. J. F. -“Do travestismo às travestilidades”: uma revisão do discurso acadêmico no Brasil entre 2001-2010. Psicologia & Sociedade, 26(2), 301-311, 2014.
CAMILLO, B.C.; AMARAL, M.S.; TONELI, M. J. F., & AMARAL DE QUEIROZ, M. Vulnerabilidades mapeadas, violências localizadas. Quaderns de psicologia, 17(3), 0083-98, 2015.
DORNELLES, P. G., & POCAHY, F. A. “Prendam suas bezerras que o meu garrote está solto!” Interseccionando gênero, sexualidade e lugar nos modos de subjetivação regionais. Educar em Revista, 1(Especial), 117-133, 2014.
RAMOS, S., & CARRARA, S. A constituição da problemática da violência contra homossexuais: a articulação entre ativismo e academia na elaboração de políticas públicas. Physis, 16(2), 185-205, 2006.
RUBIN, G. & BUTLER, J. Tráfico sexual: entrevista. Cadernos Pagu, 21, 157-209, 2003.
TONELI, M. J. F., & PERUCCHI, J. Territorialidade homoerótica: apontamentos para os estudos de gênero. Psicologia & Sociedade, 18(3), 39-47, 2006.