Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: PSI182 - PSICOLOGIA SOCIAL

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE PSICOLOGIA /ICH

História da Psicologia Social, seus precursores e idealizadores. Objetos de estudo da Psicologia Social. Principais correntes e perspectivas teóricas da psicologia social e seus conceitos fundamentais. Vertentes e estudos contemporâneos em psicologia social.
Unidade 1
Introdução à Psicologia social
- Objeto de estudo
- Análise da importância da psicologia social na psicologia contemporânea
- Psicologia social: Principais aspectos da crise atual.
- Psicologia social: perspectivas psicológicas e sociológicas.
Unidade 2
A consolidação teórica da Psicologia Social e seus métodos
- O neobehaviorismo: aportes teóricos e metodológicos na psicologia social
- O cognitivismo: aportes teóricos e metodológicos na psicologia social
- A epidemiologia: aportes teóricos e metodológicos na psicologia social
- O materialismo histórico-dialético: aportes teóricos e metodológicos na psicologia social
- O interacionismo simbólico: aportes teóricos e metodológicos na psicologia social
- O construcionismo: aportes teóricos e metodológicos na psicologia social
Unidade 3
A Psicologia Social na contemporaneidade: estudos e métodos
- Os estudos da cognição social, das crenças e das atitudes
- Os estudos dos grupos e das relações interpessoais
- Os estudos da violência, dos preconceitos e dos estigmas
- Os estudos da identidade e das representações sociais
- Metodologias quantitativas e qualitativas em psicologia social contemporânea
Álvaro, J.L., & Garrido, A. (2006). Psicologia social: perspectivas psicológicas e sociológicas. São Paulo: McGraw Hill.
Camino, L., Torres, A.R.R., Lima, M.E.O., & Pereira, M.E. (2011). Psicologia Social: Temas e Teorias. Brasília: Technopolitik.
Rodrigues, A., Assmar, E. M. L., & Jablonski, B. (2009). Psicologia Social (27a. ed). Petrópolis: Vozes.
Torres, C. V., & Neiva, E. R. (2011). Psicologia Social: Principais temas e vertentes. Porto Alegre: Artmed. Brasília: Technopolitik.
Bandura, A., Azzi, R.G., & Polydoro, S. (2008). Teoria Social Cognitiva. Porto Alegre: Artmed.
Barros, J. P. P., Paula, L. D., Pascual, J. G., Colaço, V. F., & Ximenes, V. M. (2009). O conceito de “sentido” em Vygotsky: considerações epistemológicas e suas implicações para a investigação psicológica. Psicologia & Sociedade, 21(2), 174-181.
Perucchi, J. (2008). Uma contextualização histórica das diferentes perspectivas da Análise do Discurso: configurações teórico-metodológicas pertinentes à Psicologia Social. Mnemosine, 4(2), p. 38-67.
Lourenço, L M., & Senra, L X (2015). Violência e Agressividade: Perspectivas Psicossociais e Educacionais. Curitiba: Juruá editora.
Leyens, J.P., & Yzerbyt, V. (2008). Psicologia Social. Lisboa: Edições 70.
Kruger, H. R. (1986). Introdução à Psicologia Social. São Paulo: EPU.
Neves, S., & Nogueira, C. (2005). Metodologias Feministas na Psicologia Social Crítica: a ciência ao serviço da mudança social. Ex-Aequo, n. 11, p. 123-138.
Ronzani, T., & Furtado, E. (2010). Estigma social sobre o uso de álcool. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 59(4), 326-332.
Vigotski, L. S. (1996). O significado histórico da crise da psicologia. In: L. S. Vigotski. Teoria e método em psicologia. São Paulo: Martins Fontes. (Original publicado em 1927).
Williams, L.C. de A., Maia, J.M.D., & Rios, K. de S.A. (2010). Aspectos Psicológicos da Violência: pesquisa e intervenção cognitivo-comportamental. Santo André-SP: ESETec.