Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: PSI060 - PSICOLOGIA E CULTURA

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE PSICOLOGIA /ICH

Principais questões conceituais envolvidas na relação indivíduo/sociedade, com ênfase na maneira como as diferenças culturais se expressam em termos de comportamento social, assim como seus reflexos no plano do psiquismo individual.

Unidade I – Cultura
Unidade II – Sociedade e indivíduo
Unidade III – Diversidade cultural e etnocentrismo
Unidade IV – Diversidade histórica e mentalidades
Unidade V – Cultura e Psicologia Institucional


Helman, Cecil G. Cultura, saúde e doença. (2099). 5a. ed. Porto Alegre: Artmed.
Bauman, Zygmund. (2007). Vida líquida. Rio de Janeiro: Zahar,
Bleger, José. (1992). Psico-higiene e Psicologia Institucional. 3a. ed. Porto Alegre: Artes Médicas.
EBS Documentary. Forza Vídeos. O Oriente e o Ocidente – Episódio1 - Publicado no Youtube em 28 de outubro de 2011. Documentário sobre diferenças culturais entre o Oriente e do Ocidente. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZbKBRMn0hWM
EBS Documentary. Forza Vídeos. O Oriente e o Ocidente – Episódio 2 - Publicado no Youtube em 28 de outubro de 2011. Documentário sobre diferenças culturais entre entre o Oriente e do Ocidente. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=AbzGGYA3dbg
Goldani, Ana Maria. Desafios do preconceito etário no Brasil. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 111, p. 411-434, abr.-jun. 2010 411.
Foucault, Michel. (1999).Vigiar e Punir: História da Violência nas Prisões. 20a. ed. Petrópolis - RJ: Vozes.
Lévi-Strauss. Claude (1956). Raça e história. Disponível em:
http://charlezine.com.br/wp-content/uploads/Ra%C3%A7a-e-Hist%C3%B3ria-L%C3%A9vi-Strauss.pdf

Arthus-Bertrand, Yann. (2015). Human - Volume 1. Temas: amor; mulheres; trabalho; pobreza.
Bettencourt Schueller Foundation; GoodPlanet Foundation. Paris - França. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TnGEclg2hjg
Arthus-Bertrand, Yann. (2015). Human – Volume 2. Temas: guerra; perdão; homossexualidade; família; vida pós morte. Bettencourt Schueller Foundation; GoodPlanet Foundation. Paris - França. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZJ3cImzjNps
Arthus-Bertrand, Yann. (2015). Human – Volume 3. Temas: felicidade; educação; incapacidade; imigração; corrupção. Bettencourt Schueller Foundation; GoodPlanet Foundation. Paris - França. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=RVWwGak3nQY
Bauman, Zygmund. (2004). Amor líquido. São Paulo: Saraiva.
Baremblitt, Gregório. (2012). Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria e prática. 6a. ed. Belo Horizonte: FGB/IFG (Livraria do Psicólogo e do Educador).
Foucault, Michel. (1979). Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal.
Furtado, Marcella Brasil; Pedroza, Regina Lúcia Sucupira & Alves, Cândida Beatriz. Cultura, identidade e subjetividade quilombola: uma leitura a partir da psicologia cultural. Psicol. Soc. 2014, vol. 26, n.1, pp. 106-115.
Garcia-Roza, Luiz Alfredo. (2008). Freud e o inconsciente. 23a. ed. Rio de Janeiro: Zahar.
Gula, Patricia, & Pinheiro, Nadja. (2007). Entre o limite e a esperança: relato de uma experiência em psicologia institucional. Psicologia: Ciência e Profissão, 27(2), 358-367.
Guirado, Marlene. (1986) Psicologia institucional. (Temas básicos de Psicologia). Coordenadora: Clara Regina Rappaport. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária Ltda - EPU.
Guirado, Marlene. (2009). Psicologia institucional: o exercício da psicologia como instituição. Interação em Psicologia.
Lapassade, Georges. (1977). Grupos, Organizações e Instituições. Rio de Janeiro: Francisco Alves.