Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: PSI015 - PSICOLOGIA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE PSICOLOGIA /ICH

Conhecimento dos aspectos teóricos e práticos da Psicologia aplicada à Administração. Contribuição da Psicologia Organizacional e do Trabalho sua utilização junto às organizações de trabalho, e subsistemas de gestão de pessoas. Conhecimento das principais abordagens psicológicas que se aplicam à compreensão do comportamento humano nas organizações. Conhecimento de teorias e práticas básicas referentes à Psicologia de Grupos, para fins de gestão de pessoas. Stress, trabalho e a síndrome de burnout. Saúde mental e trabalho. Violência no trabalho e assédio moral no trabalho.
Unidade I - Psicologia Organizacional e do Trabalho (POT)
Unidade II - Contribuição da POT aos subsistemas de Administração de Recursos Humanos
Unidade III - Compreensão do Comportamento Organizacional
Unidade IV - Teorias e Práticas da Psicologia dos Grupos para fins de gestão de pessoas
Unidade V - Planejamento e Intervenção no desenvolvimento de pessoas com foco na qualidade de vida no trabalho
AGUIAR, Maria Aparecida de. Psicologia aplicada à administração: uma abordagem interdisciplinar. São Paulo: Saraiva, 2005.
DEJOURS, Christophe. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. 5ª. ed. ampliada, 12ª. reimpressão. São Paulo: Cortez/Oboré, 2009.
DEJOURS, C.; ABDOUCHELI, E.; JAYET, C. Psicodinâmica do trabalho: Contribuições da escola dejouriana à análise da relação prazer, sofrimento e trabalho. São Paulo: Atlas, 1994.
FRANÇA, Ana Cristina Limongi; RODRIGUES, Avelino. Stress e trabalho: guia básico com abordagem
psicossomática. São Paulo: Atlas, 2005.
FREITAS, Maria Ester; BARRETO, Margarida; HELOANI, José Roberto. Assédio moral no trabalho. São Paulo: Cencage Learning, 2008.
GOULART, Íris Barbosa: SAMPAIO, Jáder dos Reis. Psicologia do trabalho e gestão de recursos humanos: estudos contemporâneos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
MOSCOVICI, Fela. Desenvolvimento interpessoal: treinamento em grupo. 17ª. ed. revisada e ampliada. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 2008.
NERY, Maria da Penha. Grupos e intervenção em conflitos. São Paulo: Ágora, 2010.
REIS, Ana Maria Viegas; TONET, Helena; BECKER Júnior, Luiz Carlos; COSTA, Maria Eugênia Belczak. Desenvolvimento de equipes. 2ª. ed. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2009.
ROSSI, Ana Maria; QUICK, James Campbell; PERREWE; Pamela. (2009). Stress e qualidade de vida no trabalho; o positivo e o negativo. São Paulo: Atlas.
BENEVIDES-Pereira, Ana Maria T. Síndrome de burnout: quando o trabalho ameaça o bem estar do
trabalhador. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
CASTILHO, Áurea. Construindo equipes para o alto desempenho: fundamentos e técnicas. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1998.
DEJOURS, Christophe. Banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2007.
HELOANI, José Roberto. Violência invisível. Revista RAE Executivo. V. 2, n.3. São Paulo. FGV. Ago/out. 2003.
HIROGOYEN, Marie-France. Assédio moral: violência perversa no cotidiano. 11ª. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.
HIROGOYEN, Marie-France. Mal-estar no trabalho: redefinindo o assédio moral. 4ª ed. Rio de Janeiro:
Bertrand Brasil, 2009.
JERROLD, S. Greenberg (2002). Administração do estresse: sexta edição. São Paulo: Editora Manole.
MORGAN, Gareth. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1996.
MOSCOVICI. Fela. Equipes dão certo. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 2004.
SEAWARD, Brian Luke (2009). Stress: aprenda a lidar com as tensões do dia-a-dia e melhorar sua qualidade de vida. 5ª edição. São Paulo: Editora Novo Conceito.
ZANELLI, José Carlos; BORGES-ANDRADE, Jairo Eduardo; BASTOS, Antonio Virgílio Bittencourt (Organizadores) 2014. 2ª edição. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Artmed: Porto Alegre.