Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: LEC050 - LINGUÍSTICA I

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE LETRAS

A Linguística como Ciência. Estudos linguísticos referentes à primeira metade do século XX. Estruturalismo europeu e norte-americano com ênfase na morfologia e fonologia em perspectiva teórica e de prática analítica.
1. A Linguística como Ciência
1.1. Breve histórico da Linguística: fase pré-científica, século XIX e fundação científica
1.2. Propriedades Gerais da Linguagem Humana e das Línguas Naturais
1.3. Linguagem Humana vs. Linguagem Animal e Linguagem Artificial
1. O Estruturalismo
2.1. Conceitos
2.2. Estruturalismo Saussuriano
2.3. O Círculo Linguístico de Praga
2.4. Estruturalismo Norte-Americano
1. Conceitos Básicos de Fonética e Fonologia
3.1. Fone, Fonema e Alofone
3.2. Transcrição Fonética
1. Conceitos Básicos de Morfologia
4.1. Morfe, Morfema e Alomorfe
4.2. Análise Mórfica
CALLOU, D.; LEITE, Y. Iniciação à fonética e à fonologia. 7. ed. Revista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.
CARVALHO, C. de. Para compreender Saussure. Petrópolis: Vozes, 2003.
FARIA, I. H. et al. (Orgs.) Introdução à linguística geral e portuguesa. Lisboa: Caminho, 1996.
FROMKIN, V.; RODMAN, R. Introdução à linguagem. Coimbra: Almedina, 1993.
SILVA, Thaïs Chritófaro. Fonética e Fonologia do Português. São Paulo: Contexto, 2002.
SILVA, M. C. P. de S.; KOCH, I. G. V. Linguística aplicada ao português: morfologia. 11 ed. São Paulo: Cortez, 2000.
WEEDWOOD, Barbara. História Concisa da Linguística. São Paulo: Parábola, 2006.
COSERIU, E. O estruturalismo. In: ____. Lições de linguística geral. Rio de Janeiro: Ao livro técnico, 1980.
MARTELOTTA, Mario Eduardo. Manual de Linguística. São Paulo: Contexto, 2008.
MARTIN, R. Para entender a Linguística. São Paulo: Parábola, 2003.
MONTEIRO, J. L. Morfologia portuguesa. 4. ed. São Paulo: Pontes, 2002.
ORLANDI, E. P. O que é linguística. São Paulo: Brasiliense, 1986.
SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. 30. ed. São Paulo: Cultrix, 2008.