Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: CRE018 - ANTROPOLOGIA DA RELIGIAO

Créditos: 3

Departamento: DEPTO DE CIENCIA DA RELIGIAO /ICH

OBJETIVOS
01. Proporcionar uma compreensao mais profunda da dimensao religiosa do homem.
02. Oferecer criterios de analise do comportamento religioso.
03. Dar uma visao geral do fenomeno religioso umbandista e pentecostal no Brasil

EMENTA
A experiencia religosa. O Sagrado e o Profano. Interpretacoes reducionistas: Marx, Durkheim, Freud. A irredutibilidade da experiencia religosa. A Institucionalizacao da Religiao. Carisma e Instituicao. O Mito. O Rito. Igreja e Seita. Motivacoes Religiosas. Secularizacao. As religioes mediunicas no Brasil. O Pentecostalismo.
1. A ANTROPOLOGIA RELIGIOSA E SUA IMPORTANCA
1.1. Objetivos e metodo.
1.2. Importancia do estudo. O processo de secularizacao.
1.3. Humanismo atual e religiao. O problema do ateismo.
2. A EXPERIENCIA RELIGIOSA
2.1. A abordagem funcionalista da religiao.
2.1. A dialetica sagrado-profano em Mircea Eliade.
2.3. A experiencia religiosa como conversao.
3. AS INTERPRETACOES DA EXPERIENCIA RELIGIOSA
3.1. Religiao e psicanalise.
3.2. A religiao como alienacao: Feuebach e Marx.
3.3. A irredutibilidade da experiencia religiosa.
4.1. Carisma e experiencia original.
4.2. Crencas e ritos.
4.3. Igreja e seita.
5. MOTIVACOES RELIGIOSAS
5.1. Motivacoes naturais e culturais.
5.2. Motivacoes espirituais.
5.3. Religiao e magia.
6. AS RELIGIOES MEDIUNICAS NO BRASIL
6.1. Pontos comuns.
6.2. O sincretismo.
6.3. Funcoes.
7. O PENTECOSTALISMO NO BRASIL
7.1. Afirmacoes fundamentais.
7.2. O culto pentecostal.
ODEA, F.Thomas. Sociologia da Religiao. Sao Paulo, biblioteca Pioneira de Ciencias Sociais,1969.
ALVES, Rubem. O Enigma da Religiao. Petropolis,Vozes, 1975.
ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano. Lisboa,Edicao Livros do Brasil, s/d.
---------------. Mito e Realidade.Sao Paulo,Editora Perspectiva, 1972.
CAMARGO, Candido Procopio. Catolicos,Protestantes, Espiritas. Petropolis, Vozes,1973.
SOUZA, Beatriz Muniz. A Experiencia da Salvacao. S.Paulo, Duas Cidades, 1969.