Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: ART336 - ARTE E INSTITUCIONALIZAÇÃO

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE ARTES /IAD

Disciplina voltada à investigação de uma topologia particular do circuito de arte em diferentes momentos históricos e contextos socioculturais, incluindo áreas de contato, contágio, fronteiras e limites. Caracterização da existência de diferentes circuitos de arte e identificação de seus principais personagens, discutindo as relações contextuais que possam afetar os diversos circuitos, em nível local, regional ou global,compreendendo as modalidades de relações estabelecidas entre obra de arte e instituição.Analise da dinâmica própria do campo da arte contemporânea como território de produção de saber mediado por instâncias constituintes deste campo. Estudo das relações entre artistas e instituições, seus papéis enquanto instâncias mediadoras das relações de produção, crítica e circulação da produção artística contemporânea.Investigação das relações de interdependência entre circuito comercial e institucional, obra de arte, sociedade e cultura e seus efeitos na produção e circulação das linguagens artísticas e dos principais tópicos de um debate crítico contemporâneo.
Estudo de textos que analisam diferentes dinâmicas constituintes do campo da arte contemporânea como território de produção mediado por relações entre artistas, instituições e público.
Seminários e debates sobre os papéis destas instâncias mediadoras de produção, crítica e circulação da produção artística contemporânea.
1 – Arte e Universidade
Arte como pesquisa /artista como pesquisador
2 – Arte e Museus
O papel contextual dos museus, galerias, centros culturais e espaços independentes e suas relações com a história, a crítica, a produção da obra de arte e o contexto sociocultural
Arte como crítica institucional
3 – Arte e Circuito
Noções de circuito, campo, sistema e rede, como constitutivas de diferentes modos de circulação da produção artística.
O circuito de arte no Brasil.
Possibilidade de visitas a instituições de arte e cultura e viagens a cidades cujos patrimônios artísticos e culturais sejam de interesse para a disciplina
ARCHER, Michael. Arte contemporânea: uma história concisa. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
BRITO, Ronaldo. Experiência crítica – textos selecionados: Ronaldo Brito, São Paulo, Cosac Naify, 2005.
DANTO, Arthur C. A transfiguração do lugar comum. Cosac & Naif, 2006.
DUARTE, Paulo Sérgio. Arte Brasileira contemporânea. São Paulo: Opus
FERREIRA, Glória e COTRIM, Cecília (org.). Clement Greenberg e o debate crítico. Rio de Janeiro: FUNARTE/Jorge Zahar, 1997.
FERREIRA, Glória e COTRIM, Cecília (Orgs); Escritos de Artistas: anos 60/70. Seleção e comentários Glória Ferreira e Cecília Cotrim; Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2006.
BASBAUM, Ricardo (Org.). Arte contemporânea brasileira, Rio de Janeiro, Contra Capa, 2001
CANTON, Katia. Temas da arte contemporânea. São Paulo: Martins Fontes, 2010
FIGUEREDO, Bethânia. Museus: dos gabinetes de curiosidades à museologia moderna. Belo Horizonte: Argvmentvm; Brasília, DF: CNPq, 2005.
GROINSSMANN, Martin, Org. Museu arte hoje. São Paulo: Hedra, 2011.
NAVES, Rodrigo. O vento e o moinho: ensaios sobre arte moderna e contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras: 2007
O‘DOHERTY, Brian. No interior do cubo branco, São Paulo, Martins Fontes, 2003.
PARENTE, André (Org.). Tramas da rede, Porto Alegre, Editora Sulina, 2004.
RAMOS, Alexandre. Org. Sobre o ofício do curador.Porto Alegre, RS: Zouk, 2010.