Fechar menu lateral

Trabalhos publicados que resultaram de pesquisa no acervo ou fazem referência ao trabalho do Arquivo Central

Data de atualização 24.08.2021                                                                       

Livros, teses, dissertações    

Alessandra de Carvalho Germano, Diretrizes para aquisição de arquivos: uma contribuição à política de arquivos da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2017.                    

Alice Veridiana de Sousa, A UNIRIO e o arquivo pessoal de Guilherme Figueiredo: a aquisição de acervos arquivísticos privados por instituições públicas de ensino superior, 2019.                           

Aline Medeiros de Vasconcelos, Hipólito Boaventura Caron (1863-1892) e o Museu Mariano Procópio: paisagens, retratos e arte decorativa, 2019.                      

Ana Carolina Gamarano Moreira, O castelinho dos Bracher: herança arquitetônica e artística em Juiz de Fora, 2017.                                                               

Anderson Pires, Café, finanças e bancos: uma análise do sistema financeiros da Zona da Mata de Minas Gerais – 1889/1930, 2004.

Anderson Pires, Capital agrário, investimento e crise na cafeicultura de Juiz de Fora 1870/1930, 1993.

Andrea Lomeu Portela, Trajetórias sociais das roupas do Museu Mariano Procópio: tramas e afetos, 2017.

Andreia de Freitas Rodrigues; Luiz Henrique de Souza Giacomo, A preservação do acervo arquivistico na Universidade Federal de Juiz de Fora, capítulo do livro Experiências exitosas em gestão, preservação, descrição e difusão de documentos arquivísticos em instituições federais de ensino, 2019.

Antônio Henrique Duarte Lacerda, Negócios de Minas: família, fortuna, poder e redes de sociabilidades – os Ferreira Armonde (1751-1850), 2013.                                       

Antônio Henrique Duarte Lacerda, Os padrões das alforrias em um município cafeeiro em expansão (Juiz de Fora, Zona da Mata de Minas Gerais, 1844-88), 2006.                                  

Arlene Xavier Santos Costa, PEN-SEI: a implantação do Processo Eletrônico Nacional através do Sistema Eletrônico de Informações na Universidade Federal de Juiz de Fora, 2020.   

Arthur Barroso Moreira, Carnaval em Juiz de Fora: identidade comunitária ou produto da indústria cultural?, 2008.  

Bernardo da Silva Vieira, A comunhão das artes e da natureza: as residências de Arthur Arcuri, 2016.                                                                                                                 

Bruno Novelino Vitoretto, Do Parahybuna à Zona da Mata: terra e trabalho no processo de incorporação produtiva do café mineiro (1830/1870), 2012.                         

Bruno Novelino Vittoretto, Fronteiras do café na Zona da Mata mineira (1870-1940), 2016.

Christina Ferraz Muse, Universidade, comunicação e construção da identidade institucional na era da globalização: o caso da UFJF, 2001.

Carina Martins Costa, Uma arca das tradições: educar e comemorar no Museu Mariano Procópio, 2011.                         

Carlos Eduardo Maculan, As luzes do tempo: Baptista Caetano de Almeida, projeto civilizacional e práticas políticas no Brasil pós-independência. (São João del-Rei, 1824-1839), 2011.                            

Claudia Carvalho Gaspar Cimino, A linha que trama a vida é a mesma que traça o desenho: história e memória da estamparia na Ferreira Guimarães em Juiz de Fora no século XX, 2014.

Cláudia Matos Pereira, Galeria de arte Celina: espaço e ideário cultural de uma geração de artistas e intelectuais em Juiz de Fora (1960/1970), 2015.

David Medeiros de Oliveira Sucar, Os obstáculos à implantação plena do sistema de arquivos na UFJF, 2019.

Dayana de Oliveira da Silva, Destinos incertos: negociantes, cativos e o tráfico interno em Juiz de Fora (1870-1880), 2019.                                      

Elione Silva Guimarães, Múltiplos viveres de afrodescendentes na escravidão e no pós-emancipação: família, trabalho, terra e conflito (Juiz de Fora – MG, 1828/1928), 2006.                        

Fabiana Aparecida de Almeida, Narrativas preservacionistas na cidade: a trajetória da defesa do patrimônio histórico de Juiz de Fora através de manifestações populares na década de 1980, 2012. 

Fabrício André de Almeida Linhares, Espaço (im)produtivo e trabalho não docente na Universidade Federal de Juiz de Fora, 2019.

Felipe Henrique Alves de Andrade, Os desafios na implementação do sistema de arquivos na Universidade Federal de Juiz de Fora: o caso da CAP/PROGEPE, 2017.                          

Felipe Marinho Duarte, Mercado financeiro e crédito público: acumulação endógena e financiamento da infraestrutura urbana de Juiz de Fora (1870-1900), 2013.

Galba Ribeiro Di Mambro, Criação e implantação do sistema de arquivos da UFJF, capítulo do livro Universidades & arquivos: gestão, ensino e pesquisa, 2014.                      

Galba Ribeiro Di Mambro, Inventário do Arquivo da Câmara Municipal de São João Del-Rei, 2003. 

Gisele Souza Simões, Loja Maçônica Fidelidade Mineira (1870-2020): uma história de fidelidade, 2019.                                                                                                                 

Jakeline Duque de Moraes Lisboa, O divertimento nos espaços associativos de imigrantes alemães e teuto-brasileiros em Juiz de Fora – MG: do último quartel do séc. XIX ao fim da II Guerra Mundial, 2017.

Josiane Cristina de Oliveira Ferreira, Signo cimarrón: o direito de significar, 2009.                                

Juliana Gomes Dornelas, Na América, a esperança: os imigrantes sírios e libaneses e seus descendentes em Juiz de Fora, Minas Gerais (1890-1940), 2008.                         

Leandro Gracioso de Almeida e Silva, Memórias de um ofício – Os marmoristas e o Cemitério Municipal de Juiz de Fora (1864-1974), 2016.

Lisandra Rosa de Vargas, Seção de Arquivo Permanente do Arquivo Central da Universidade Federal do Rio Grande do Sul:  diagnóstico sobre a preservação, a descrição e a difusão dos fundos UPA e URGS, 2017.

Lucy Gonçalves Fontes Hargreaves, Guia de fontes do Arquivo da Câmara Municipal de São João Del-Rei, 2003.

Luís Eduardo de Oliveira, Os trabalhadores e a cidade – a formação do proletariado de Juiz de Fora e suas lutas por direitos (1877-1920), 2010.                                    

Luiz Antônio Valle Arantes, As origens sociais da burguesia industrial em Juiz de Fora – 1858/1912, 1996.

Luiz Antônio Valle Arantes, Petrópolis Imperial: imigração, economia, política e religião, 2011.

Luiz Fernando Saraiva. Um correr de casas, antigas senzalas: a transição do trabalho escravo para o livre em Juiz de Fora 1870 -1900, 2001.

Mônica Euzébio da Costa, Os jornais católicos e suas representação: um estudo sobre gênero, divórcio e família em Juiz de Fora/MG (1930-1945). 2018.

Odirley Hayalla de Resende, Processo Eletrônico Nacional: um estudo sobre transição de paradigmas na Universidade Federal de Juiz de Fora, 2019.                       

Patrícia Falco Genovez, As malhas do poder: uma análise da elite de Juiz de Fora na segunda metade do século XIX, 2002.

Patrícia Muniz Mendes, O patrimônio de ciência e tecnologia da Universidade Federal de Juiz de Fora: concepção museológica das coleções, 2013.

Priscila Lopes Menezes e Luciane de Fátima Beckman Cavalcante,  As exposições em arquivos como forma de mediação cultural, 2022.

Ramon Maciel Ferreira, Universidade Federal de Juiz de Fora: um estudo de caso sobre a implantação de procedimentos arquivísticos para a otimização da gestão por PDCA, 2015.

Raquel Pereira Francisco, Laços da senzala, arranjos da flor de maio: relações familiares e de parentesco entre a população escrava e liberta – Juiz de Fora (1870-1900), 2007.                               

Rita de Cássia da Silva Almico, Fortunas em movimento: um estudo sobre as transformações na riqueza pessoal em Juiz de Fora – 1870/1914, 2001.     

Rogério Siqueira de Oliveira, Assistência à saúde dos escravos em Juiz de Fora (1850-1888), 2016.

Rômulo Garcia de Andrade, Limites impostos pela escravidão à comunidade escrava e seus vínculos de parentesco: Zona da Mata de Minas Gerais, 1995.             

Tálisson Melo de Souza; Carolina Cerqueira, Mesmo sol outro, 2018. 

 

Artigos

Alessandra Brum, Estratégias de persuasão: o cinema visto pelo semanário Lar Católico, 2016.

Ana Clara Carvalho Tourinho; Sabrina Andrade Barbosa; Cézar Henrique Barra Rocha; Tamires Oliveira Prado; Klaus Chaves Alberto,  O processo de consolidação e expansão do Campus da Universidade Federal de Juiz de Fora: reflexões sobre o REUNI e seus impactos nas transformações da paisagem do campus e seu entorno imediato, 2021.

Anderson Pires; Rita de Cássia da Silva Almico, Crédito e finanças em uma sociedade cafeeira, 2008.

Andréia de Freitas Rodrigues; Alessandra de Carvalho Germano, COVID-19 e arquivos: a prevenção de pessoas e acervos em tempos de pandemia, 2020.

Andreia de Freitas Rodrigues; Carolina Vetere Neves Maia; Luiz Henrique Souza de Giacomo, Marcas d’água do século XIX: um projeto de catalogação, 2019.

Caio da Silva Batista, A visão pública sobre os escravos urbanos na Zona da Mata mineira: Juiz de Fora, 1850-1888, 2012.

Caio da Silva Batista, As redes familiares e de solidariedade no poder local: o caso da Câmara Municipal da paróquia de Santo Antônio do Juiz de Fora (Minas Gerais, Brasil), 1850-1888, 2014.

Caio da Silva Batista, Roubos promovidos por escravos na paróquia de Santo Antônio do Juiz de Fora (MG) na segunda metade do século XIX, 2014.

Diego Moreira; Sandro C. de Andrade; Jarbas Dutra Junior. Antônio Dutra de Moraes: o primeiro Dutra de Moraes, 2018.

Fernando Perlatto. Programa de Pós-Graduação em História da UFJF: uma trajetória de 15 anos, 2019.

Gabriela Oliveira Araújo, A utilização da narrativa oral na construção dos inventários do IEPHA-MG: o caso da Barreira do Triunfo, 2018.

Galba Ribeiro Di Mambro, As relações luxemburgo-brasileiras; notas de pesquisa, 1999.

Galba Ribeiro Di Mambro, Companhia Siderúrgica Mineira (1917-1921),1999.

Galba Ribeiro Di Mambro, Linhas de acervo em arquivos municipais, 1988.

Galba Ribeiro Di Mambro, Arquivo Histórico da UFJF: experiências recentes, problema e soluções, 1996.

Gustavo Barros, Geopolítica do minério de ferro brasileiro no entreguerras, 2019. 

Irma Hadzalic, Steel and iron corponations: from Luxembourg to Brazil and back in a century, 2018. 

Jefferson de Almeida Pinto, Heliane Casarin Henriques, Rogério Rezende PintoInstituições de pesquisa em Juiz de Fora (MG): seus acervos e a contribuição para a historiografia local e regional, 2016.                             

Jonis Freire, Família, parentesco espiritual e estabilidade familiar entre cativos pertencentes a grandes posses de Minas Gerais século XIX, 2012.

Leandro Gracioso de Almeida e Silva; Fábio Vergara Cerqueira, As pranteadoras no túmulo da família Tostes, 2014.

Luisa Pereira Vianna. Relatório Final de Estágio Curricular: Arquivo Central UFJF, 2018.

Mônica Ribeiro de Oliveira, Os espaços do crédito e as estratégias sócio-familiares em uma sociedade em transformação: cafeicultura mineira no século XIX, 1999.

Paulo Roberto da Luz Ferreira. A mão-de-obra escrava em um município cafeicultor da Zona da Mata Mineira (Juiz de Fora 1872 – 1888), 1994.

Ramon Maciel Ferreira; Martius Vicente Rodriguez y Rodriguez; Ismaelly Batista dos Santos Silva, A implantação de procedimentos arquivísticos para melhoria na qualidade da gestão institucional: estudo de caso na Universidade Federal de Juiz de Fora, 2016.

Rômulo Garcia de Andrade, A família escrava na perspectiva da micro-história (Estudo em torno de um inventário e um testamento oitocentistas: Juiz de Fora, 1872-76), 1996.

Rômulo Garcia de Andrade, Apontamentos sobre a microeconomia do escravo e sua interação com a família e as solidariedades (Zona da Mata de Minas Gerais, Século XIX), 2002.

Rômulo Garcia de Andrade, Escravidão e cafeicultura em Minas Gerais: o caso da Zona da Mata,1991.

 

Comunicações e mesas redondas em eventos

Andreia de Freitas Rodrigues; Carolina Vétere; Luiz Henrique de Souza Giacomo, Preservação dos acervos arquivísticos da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2019.

Andreia de Freitas Rodrigues; Janaína Almeida, Conservação preventiva para o acervo sob guarda do Arquivo Histórico/UFJF: um estudo de caso, 2012.

Andreia de Freitas Rodrigues; Luiz Henrique de Souza Giacomo.  Mapeamento de conjuntos arquivísticos de Juiz de Fora, 2019.

Andreia de Freitas Rodrigues, Arquivologia: técnicas de preservação e conservação, 2012.

Caio da Silva Batista, A opinião pública e os escravos em núcleo urbano da Zona da Mata Mineira, Juiz de Fora 1870-1888, 2012.

Caio da Silva Batista, A tênue fronteira entre a liberdade e escravidão no Brasil do século XIX: reescravização e a busca pela alforria, 2018.

Caio da Silva Batista, Aspectos da escravidão urbana: escravos ao ganho e de aluguel, comércio de cativos e demografia, 2016.

Caio da Silva Batista, Crimes de escravos urbanos noticiados pelo jornal O Pharol na cidade do Juiz de Fora entre 1870 a 1888, 2014.

Caio da Silva Batista, Desenvolvimento populacional de um centro urbano do Sudeste escravista: Juiz de Fora, 1831 a 1888, 2017.

Caio da Silva Batista, Economia e escravidão urbana na Zona da Mata de Minas Gerais: Juiz de Fora, segunda metade do século XIX, 2017.

Caio da Silva Batista, Escravismo e opressão africana – novas perspectivas sobre o escravismo na Zona da Mata mineira: a escravidão urbana na freguesia de Santo Antônio do Paraibuna – 1860 a 1888, 2011.

Caio da Silva Batista, Uma análise historiográfica sobre o sistema escravista e o cativo urbano no Brasil, 2012.

Caio da Silva Batista et al., Sociedades escravistas nas Américas (séculos XVI – XIX), 2018.

Fabiana Aparecida de Almeida, Os movimentos populares em Juiz de Fora nos Anos 80, 2011.

Galba Ribeiro Di Mambro. Criação e implantação do Sistema de Arquivos da UFJF, 2011.

Juliana Martins Alves, Liberalismo excludente versus “democracia substantiva”: o Manifesto Mineiro e os debates sobre o estado autoritário-corporativo nos anos finais do Estado Novo (1943- 1945), 2012.

Rômulo Garcia de Andrade, Apontamentos sobre a microeconomia do escravo e sua interação com a família e as solidariedades (Zona da Mata de Minas Gerais, Século XIX), 2002.

 

Minicursos e oficinas

Andreia de Freitas Rodrigues, Oficina de conservação e pequenos reparos, 2019.

Andreia de Freitas Rodrigues, Preservação de acervos em suporte papel, 2019.

Andreia de Freitas Rodrigues; Luiz Henrique Souza de Giacomo, Introdução à prática de pesquisa e organização em arquivos e de conservação de documentos, 2019.

 

Blogs e páginas

Projeto Compartilhar

Projeto Minas É Cinema

Página Family Search

Blog Mauricio Resgatando o Passado

Documentário de Valéria Fabri, Os cinemas de rua de Juiz de Fora: Cine Paraíso.

 

Seguimos conectados!

Canal do LAPHARQ
Instagram
Facebook