Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: PSI188 - PSICOLOGIA DA SAÚDE

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE PSICOLOGIA /ICH

Os determinantes sócio-históricos e o desenvolvimento do conceito de saúde: novos e velhos paradigmas; conceitos, definições e significados. A trajetória da política de saúde no Brasil. O Sistema Único de Saúde: intervenções na atenção primária, secundária e terciária.
Unidade 1
Bases Históricas
- A saúde da antiguidade à contemporaneidade
- A década de 1980 e a criação do SUS
- Conceito ampliado de saúde
- Principais legislações: Constituição Federal de 1988/leis 8.080 e 8.142 de 1990/NOB NOAS
- Participação popular/Controle social - Humaniza SUS
Unidade 2
Psicologia: conexões na saúde pública
- Conceito e âmbito da psicologia da saúde.
- Do hospital à atenção primária: a passagem da cura à prevenção
- O psicólogo: Perspectivas e perfis para atuação em saúde Pública/Coletiva
Unidade 3
- O Sistema Único de Saúde: intervenções na atenção primária, secundária e terciária.
- O psicólogo na atenção primária
- O psicólogo na atenção secundária
- O psicólogo na atenção terciária
Angerami-Camon, V. A. (Org.) (2011). Psicologia da saúde – um novo significado para a prática clínica. São Paulo: Pioneira. Campos, G.W.S. (Org) (2012). Tratado de Saúde Coletiva. São Paulo: Hucitec.
Paim, J.S (2008). Reforma Sanitária Brasileira: contribuição para compreensão e crítica. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz.
Spink, M. J. (2007). Psicologia Social e Saúde: práticas, saberes e sentidos. Petrópolis:
Vozes.
Benevides, R. (2005). A Psicologia e o Sistema Único de Saúde: quais interfaces? Psicologia & Sociedade, 17 (2), 21-25.
Castro, E. K., & Bornholdt, E. (2004). Psicologia da saúde x psicologia hospitalar: definições e possibilidades de inserção profissional. Psicologia Ciência e Profissão, 24(3), 48-57.
Dimenstein, M. (2001). O psicólogo e o compromisso social no contexto da saúde coletiva. Psicologia em Estudo Maringá, 6(2), 57-63.
Dimenstein, M. (1998). O psicólogo nas Unidades Básicas de Saúde: desafios para a formação e atuação profissionais. Estudos de psicologia, 3(1), 53-81. Levcovitz, E. et al. (2001).Política de saúde nos anos 90: relações intergovernamentais e o papel das Normas Operacionais Básicas. Ciência & Saúde Coletiva, 6(2), 269-291.
Miyazaki, M. et al. (2011). Psicologia da saúde: intervenções em hospitais públicos. In: Rangé, Bernard & Cols. Psicoterapias cognitivo-comportamentais: um diálogo com a psiquiatria. Porto Alegre: Artmed.
Spink, M. J., & Matta, G. C. (2007). A prática profissional Psi na Saúde Pública: configurações históricas e desafios contemporâneos. In: M. J. P. Spink. A psicologia em diálogo com o SUS: prática profissional e produção acadêmica (pp.25-52). São Paulo: Casa do Psicólogo.