Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: HIS147 - HISTÓRIA DA ÁFRICA

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE HISTORIA /ICH

A proposta do curso é abordar os aspectos políticos, econômicos e culturais vividos pelos africanos, desde o século XV até o pós-independência. Deste modo, o curso será dividido em quatro partes. A primeira propõe fazer uma discussão sobre as representações e historiografia da África. A segunda, terceira e quarta partes apresentarão os diferentes contextos históricos dos africanos ao longo desse período.

A proposta do curso é abordar os aspectos políticos, econômicos e culturais vividos pelos africanos, desde o século XV até o pós-independência. Deste modo, o curso será dividido em quatro partes. A primeira propõe fazer uma discussão sobre as representações e historiografia da África. A segunda, terceira e quarta partes apresentarão os diferentes contextos históricos dos africanos ao longo desse período.

HEGEL, J. G. F. Lecciones sobre la filosofia de la historia universal. Tomo I. 3ª ed. Buenos Aires: Revista de Occidente, 1946, p. 183-203.

HAMPÂTÉ BÂ, Amadou.Tradição Viva. História Geral da África: Metodologia e Pré-História da África. Vol. I. Brasília: Unesco, 2010, p. 167-212.

LOPES, Carlos. A Pirâmide invertida – Historiografia africana feita por africanos. Actas do Colóquio “construção e ensino da História da África”. Lisboa, 1995, p. 21-29.

LOVEJOY, Paul. A África e a escravidão/Organização do tráfico de escravos, 1600-1800. A escravidão na África: uma história de suas transformações. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002, p. 27-56 e 149-173.

M’BOKOLO, Elikia. Guerras e processos identitários. África Negra: História e civilizações. Tomo II (Do século XIX aos nossos dias). Salvador/São Paulo: EDUFBA/Casa das Áfricas, 2011, p. 63-93.

UZOIGWE, Godfrey N. Partilha européia e conquista da África: apanhado geral. In: BOAHEN, A. Adu. (coord.). História Geral da África: A África sob dominação colonial, 1880-1935. Vol. VII. Brasília: Unesco, 2010, p. 21-50.

ACHEBE, Chinua. O mundo se despedaça. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

MABEKO-TALI, Jean-Michel. Considerações sobre o despotismo colonial, e a gestão centralizada da violência no Império colonial francês. Vária História. Belo Horizonte, Vol. 29, n° 51, p.745-770.

OPOKU, Kofi Asade. A religião na África durante a época colonial. História Geral da África: A África sob dominação colonial, 1880-1935. Vol. VII. Brasília: Unesco, 2010, p. 591-624.

FANNON, Franz. Sobre a violência. Os condenados da terra. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2005, p. 49-113.

APPIAH, Kwame Anthony. Estados Alterados. Na casa de meu pai. A África na filosofia da cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997, p. 221-239.

WEST, Harry. Kupilikula: O poder invisível em Mueda, Moçambique. Lisboa: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, 2009, p. 79-113.