Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: HIS124 - HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE HISTORIA /ICH

O curso pretende introduzir os alunos nos principais temas e debates da historiografia sobre a América Portuguesa durante os séculos XVI ao XVIII, discutindo pontos da história política, econômica, social e cultural da colônia.

1. Apresentação do curso

Aula 1 – 14/03

2. Colônia em movimento – novas abordagens historiográficas sobre a América Portuguesa

Aula 2 – 21/03

Leitura Obrigatória

FRAGOSO, João; GUEDES, Roberto & KRAUSE, Thiago (Orgs.). O “sentido da historiografia” sobre a chamada economia colonial no início do século XXI. In: A América portuguesa e os sistemas atlânticos na Época Moderna. RJ: Ed. FGV, 2013.

3. O início da colonização, expansão territorial e indígenas

Aula 3 – 28/03

Leitura Obrigatória

CONSENTINO, Francisco Carlos. Construindo o Estado do Brasil: instituições, podres locais e poderes centrais. In: FRAGOSO, João & GOUVÊA, Maria de Fátima (Orgs.). O Brasil colonial: volume 1 (1443-1580). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

Aula 4 – 04/04

OLIVEIRA, João Pacheco de. Os indígenas na fundação da colônia: uma abordagem crítica. In: FRAGOSO, João & GOUVÊA, Maria de Fátima (Orgs.). O Brasil colonial: volume 1 (1443-1580). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

4. Política e sociedade

Aula 5 – 11/04

Leitura Obrigatória

MELLO, Evaldo Cabral de. À custa de nosso sangue, vidas e fazendas. In: Rubro Veio: o imaginário da restauração Pernambucana. Rio de Janeiro: Topbooks, 1997.

Aula 6 – 25/04

Leitura Obrigatória

FRAGOSO, João. A formação da economia colonial no Rio de Janeiro e sua primeira elite senhorial (séculos XVI e XVII). In: FRAGOSO, João, Maria Fernanda BICALHO, e Maria de Fátima GOUVÊA (Orgs.). O Antigo Regime nos trópicos: a dinâmica imperial portuguesa (séculos XVI-XVIII). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

5. Estruturas econômicas: comércio, economia exportadora e economia de abastecimento

Aula 7 – 02/05

Leitura Obrigatória

SAMPAIO, Antônio Carlos Jucá de. Fluxos e refluxos mercantis: centros, periferias e diversidade regional. In: FRAGOSO, João & GOUVÊA, Maria de Fátima (Orgs.). O Brasil colonial: volume 2 (1580-1720). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

Aula 8 – 09/05

Leitura Obrigatória

PEDROZA, Manoela. A roça a farinha e a venda: produção de alimentos, mercado interno e pequenas produções no Brasil colonial. In: FRAGOSO, João & GOUVÊA, Maria de Fátima (Orgs.). O Brasil colonial: volume 3 (1720-1821). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

6. Primeira avaliação

Aula 9 – 16/05

7. Sociedade escravista – a incorporação de índios e africanos na hierarquia social

Aula 10 – 23/05

Leituras Obrigatórias

RAMINELLI, Ronald. Da controversa nobilitação de índios e pretos, 1630-1730. In: FRAGOSO, João & GOUVÊA, Maria de Fátima (Orgs.). O Brasil colonial: volume 2 (1580-1720). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

SILVA, Luiz Geraldo. Gênese das milícias de pardos e pretos na América portuguesa: Pernambuco e Minas Gerais, séculos XVII e XVIII. Revista de História. São Paulo, nº 169, p. 111-144, julho / dezembro 2013.

Aula 11 – 30/05

Leituras Obrigatórias

FURTADO, Júnia F. Pérolas negras: mulheres livres de cor no Distrito Diamantino. In: Diálogos oceânicos: Minas Gerais e as novas abordagens para uma história do Império Ultramarino Português. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2001.

SOARES, Márcio de Sousa. A promessa da alforria e os alicerces da escravidão na América portuguesa. GUEDES, Roberto (Org.). Dinâmica imperial no Antigo Regime. Rio de Janeiro: Mauad X, 2011.

8. Religiões e a Inquisição

Aula 12 – 06/06

Leitura Obrigatória

SCHWARTZ, Stuart. Brasil: salvação numa sociedade escravocrata. In: Cada um na sua lei: tolerância religiosa e salvação no mundo atlântico ibérico. São Paulo e Bauru: Companhia das Letras e EDUSC, 2009.

Aula 13 – 27/06

Leitura Obrigatória

MOTT, Luiz. Cotidiano e vivência religiosa: entre a capela e o calundu. In: MELLO E SOUZA, Laura de (Org.). Cotidiano e vida privada na América Portuguesa. Coleção: História da Vida Privada no Brasil. Vol. 1. São Paulo: Cia das Letras, 1997.
9. Reformas pombalinas e questionamentos da ordem colonial, em perspectiva atlântica

Aula 14 – 04/07

Leitura Obrigatória

MONTEIRO, Nuno G. As reformas na monarquia pluricontinental portuguesa: de Pombal de dom Rodrigo de Sousa Coutinho. In: FRAGOSO, João & GOUVÊA, Maria de Fátima (Orgs.). O Brasil colonial: volume 3 (1720-1821). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

10. Segunda avaliação

Aula 15 – 11/07
OBS.: As leituras e atividades em sala poderão ser modificadas ao longo do curso.

III – Avaliação

I- Duas provas escritas (35 pontos cada).
II- Debates coordenados dos textos de leitura obrigatória (18 pontos) - discutir criticamente o texto selecionado para leitura obrigatória, isto é, suas premissas teóricas, procedimentos metodológicos e implicações historiográficas.
III- Participação nos Debates (12 pontos).

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul. São Paulo: Cia das Letras, 2000.
ALMEIDA, Maria Regina Celestino de. Metamorfoses indígenas: identidade e cultura nas aldeias coloniais do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2003.
BICALHO, Maria Fernanda, FERLINI, Vera Lúcia Amaral (Orgs.). Modos de Governar: ideias e práticas políticas no império português, séculos XVI a XIX. São Paulo: Alameda, 2005.
BOXER, Charles R. O império marítimo português. São Paulo: Cia das Letras, 2002.
FARIA, Sheila de Castro. A Colônia em Movimento: fortuna e família no cotidiano colonial. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998.
FIGUEIREDO, Lucìano R. O avesso da memória: Cotidiano e trabalho da mulher em Minas Gerais no século XVIII. Brasília/Rio de Janeiro: UnB/José Olympio Editora, 1993.
FLORENTINO, Manolo. Em Costas Negras: uma história do tráfico de escravos entre a África e o Rio de Janeiro. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
FRAGOSO, João, Maria Fernanda BICALHO, e Maria de Fátima GOUVÊA (Orgs.). O Antigo Regime nos trópicos: a dinâmica imperial portuguesa (séculos XVI-XVIII). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.
FURTADO, Júnia Ferreira. Chica da Silva e o contratador dos diamantes: o outro lado do mito. São Paulo: Cia das Letras, 2003.
______ (Org.). Diálogos oceânicos: Minas Gerais e as novas abordagens para uma história do Império Ultramarino Português. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2001.
LARA, Sílvia Hunold. Fragmentos Setecentistas: Escravidão, Cultura e Poder na América Portuguesa. São Paulo: Cia das Letras, 2007.
MELLO E SOUZA, Laura. Cotidiano e vida privada na América Portuguesa. Coleção: História da Vida Privada no Brasil. Vol. 1. 4 vols. São Paulo: Cia das Letras, 1997.
MELLO, Evaldo Cabral de. A fronda dos mazombos: nobres e mascates, Pernambuco, 1666-1715. São Paulo: Cia das Letras, 1995.
MONTEIRO, John Manuel. Negros da Terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo: Cia das Letras, 1994.
PUNTONI, Pedro. A guerra dos bárbaros: povos indígenas e a colonização do sertão nordeste do Brasil, 1650-1720. São Paulo: Hucitec, 2000.
REIS, João José, e Flávio dos Santos GOMES (Orgs.). Liberdade por um fio: história dos quilombolas no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
SCHWARTZ, Stuart B. Cada um na sua lei: tolerância religiosa e salvação no mundo atlântico ibérico. São Paulo e Bauru: Companhia das Letras e EDUSC, 2009.
VAINFAS, Ronaldo. Dicionário do Brasil Colonial. Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.