Fechar menu lateral

Plano de Ensino

Disciplina: HIS114 - HISTÓRIA ANTIGA

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE HISTORIA /ICH

Sociedades Egípcia e Mesopotâmica: Estado, relações de trabalho e cultura. Sociedades Grega e Romana: Instituições, relações de trabalho e cultura.
A historiografia e a Antiguidade; O conceito de Grécia e a formação do povo grego; A organização palaciana; As temporalidades da documentação homérica; A época arcaica: urbanização, stasis, colonização, legisladores e tirania; Atenas: instituições políticas e organização social; Esparta: instituições políticas e organização social; Século V: A hegemonia ateniense e os conflitos militares; A crise do sistema poliade; A dominação macedônica e romana; A realeza romana: mitos de fundação, organização sócio-política e a influência etrusca; A república romana: as instituições políticas e o confronto patriciado e plebe; As conquistas territoriais, as alterações sociais e a questão agrária; A crise republicana e a concentração dos poderes política e militar; O principiado e a nova organização sócio-política; A crise do século III e a relação com os bárbaros; O Dominato: a nova organização do estado e a relação com a igreja católica; A transição da Antiguidade para a Idade Média.
HISTÓRIA DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL
ALFOLDY, G. A história social de Roma. Lisboa: Presença, 1998.
AUSTIN, M. et VIDAL-NAQUET, P. Economia e sociedade na Grécia antiga. Lisboa: Setenta, 1993.
CARDOSO, C. A cidade-estado antiga. São Paulo: Ática, 1986.
CORASSIN, M. L. Sociedade e Política na Roma Antiga. São Paulo: Contexto, 2001.
FINLEY, M. A política no mundo antigo. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.
_________. Escravidão antiga e ideologia moderna. Rio de Janeiro: Graal,1991.
________. Os gregos antigos. Lisboa: Setenta, 1998.
FLORENZANO, M.B. O mundo antigo: economia e sociedade. São Paulo: Brasiliense, 1996.
________. Nascer, viver e morrer na Grécia antiga. São Paulo: Atual, 1996.
FUNARI, P P. A cultura popular na Antiguidade Clássica. São Paulo: Contexto,1991.
________. Grécia e Roma. São Paulo: São Paulo: São Contexto, 2007.
GIARDINA, A. (org) O homem romano. Lisboa: Presença, 1991.
GUARINELLO, N. O imperialismo greco-romano. São Paulo: Ática, 1987.
MOSSÉ, C. Atenas. A história de uma democracia. Brasília: UnB, 1992.
_________. O processo de Sócrates. Rio de Janeiro: Zahar, 1992.
_________. As instituições gregas. Lisboa: Setenta , 1993.
SILVA, G. Grécia, Oriente e Roma (org.) Vitória: Flor e Cultura, 2009.
__________ et MENDES , Norma. Repensando o Império Romano. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.
STARR, C. O nascimento da democracia ateniense. São Paulo: Odysseus, 2005.
VERNANT, J. P. O homem grego. Lisboa: Presença, 1993.
___________ et VIDAL-NAQUET, P. Trabalho e escravidão na Grécia antiga. Campinas: Papirus, 1994.
HISTÓRIA DA ANTIGUIDADE ORIENTAL
ANDERSON, Pierre. O modo de produção asiático in Linhagens do Estado absolutista. Lisboa: Afrontamento, 1985. p. 461-547.
BOUZON, E. Introdução, tradução do original cuneiforme e comentários. O Código de Hammurabi. Petrópolis: Vozes, 1988.
CARDOSO, Ciro. O Egito antigo. São Paulo: Brasiliense, 1985.
____. Trabalho compulsório na Antiguidade. Rio de Janeiro: Graal, 1984.
____. Sociedades do Antigo Oriente Próximo. São Paulo: Ática, 1986.
____. Antiguidade oriental: política e religião. São Paulo: Contexto, 1990.
____. (org) Modo de produção asiático. Rio de Janeiro: Campus, 1990.
DONADONI, Sergio. (org) O homem egípcio. Lisboa: Presença, 1990.
GARELLI, Paul. O Oriente próximo asiático: das origens às invasões dos povos do mar. São Paulo: Pioneira/Edusp, 1982