Fechar menu lateral

O Dia da Mulher é todo dia

Dia da Mulher

Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, lembramos que O DIA DA MULHER É TODO DIA! Por isso o Arquivo Central preparou uma série de ações que não se prenderão apenas ao dia 8 de março. Ao longo do mês e do ano vocês poderão acompanhar nosso trabalho, pois o caminho em busca do respeito aos direitos da mulher e igualdade entre os gêneros é longo e está longe do fim.

Dia da Mulher detalhe

Detalhe da correspondência enviada pela FBPF a Odilon Braga.

A Federação Brasileira pelo Progresso Feminino (FBPF) atuou em prol dos direitos políticos e civis das mulheres, trabalhando para a criação de leis de proteção à mulher e à criança e pela aprovação do voto feminino, por exemplo. A FBPF foi fundada, em 1930,  por iniciativa da ativista Bertha Luz. Sua origem são a Liga para a Emancipação Intelectual da Mulher (1919-1922) e a Liga Brasileira para o Progresso da Mulher (1922-1923). 

Entre novembro de 1933 e julho de 1934, a Assembleia Nacional Constituinte elaborou a Constituição Brasileira que substituiu a anterior, de 1891. Publicado em 1934, o texto da nova constituição expôs o princípio da igualdade entre os sexos e determinou a assistência médica e sanitária à gestante e descanso, antes e depois do parto, por meio da Previdência Social.

As lutas e reivindicações feministas são antigas e os avanços, ainda que lentamente, foram conquistados com enfrentamento e muito esforço. Em 1933, a FBPF enviou ao então deputado constituinte Odilon Braga (PP/MG), uma correspondência que solicitava que “na votação do substitutivo ao Projeto de Constituição”, fossem atendidos interesses da mulher brasileira. Esse documento faz parte do acervo Odilon Braga que está sob a guarda do Arquivo Central.

Promover a educação da mulher e elevar o nível de instrução feminina.

Lema da FBPF

Conheça o  documento depositado no Arquivo Central na galeria de imagens abaixo:

Seguimos conectados!

Canal do LAPHARQ
Instagram
Facebook