Fechar menu lateral

Projetos Financiados por Agências de Fomentos

PROJETOS FINANCIADOS POR AGÊNCIAS DE FOMENTOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

 

  1. vigilância dos casos de hanseníase, dos contatos e da população(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dra. Angélica da Conceição Oliveira Coelho

Conclusão: 2020

Descrição: Trata-se de um projeto que tem como finalidade analisar o resultado dos testes anti-PGL-1 sintético (NDO-HSA), LID-1 e NDO-LID, e CXCL10 e CCL2 e sua utilização na vigilância dos casos de hanseníase, dos contatos domiciliares e sociais, e população.

Situação: Em andamento;

Projeto financiado pela FAPEMIG Edital de 2016 CDS APQ 0093616, valor R$56.104,65), coordenado pela docente Angélica da Conceição Oliveira Coelho, que orienta uma aluna de mestrado (Sarah Lamas Vidal) e três bolsistas de iniciação científica (1 bolsa BIC, 1 bolsa PROBIC e 1 bolsa da FAPEMIG), assim como o projeto de pesquisa com a temática: “ Avaliação da Atenção Primária à Saúde e análise de desempenho.

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 3

Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

 

  1. Educação Permanente em Saúde como dispositivo de Gestão no SUS (ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dra. Denise Barbosa de Castro Friedrich

Descrição: O projeto de pesquisa, cujo título é a “Educação Permanente em Saúde como dispositivo de Gestão no SUS”, vinculado ao Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS) e, financiado pelo Edital 07/2017 da FAPEMIG, com montante total captado de R$:61.111,20. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, do tipo descritivo, baseado no referencial teórico-metodológico da hermenêutica-dialética. O cenário do estudo são as 28 superintendências e gerências regionais de saúde do estado de Minas Gerais. Os participantes são profissionais de saúde que trabalham na gestão de projetos e programas desenvolvidos nas superintendências junto aos municípios de área de abrangência. Situação: Em andamento;

Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2).

Financiador(es):Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro. Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 1

 

  1. Desenvolvimento E Emprego De Um Aplicativo Multimídia Em Plataforma Móvel Para O Ensino De Suporte Básico De Vida Para Estudantes De Graduação Em Enfermagem E Saúde.

(ADERÊNCIA A 2ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dr. Fábio da Costa Carbogim

Descrição: O estudo tem por objetivo desenvolver e avaliar um aplicativo multimídia em plataforma móvel para o ensino de SBV para estudantes do ensino básico e na graduação em enfermagem/saúde na cidade de Juiz de Fora. Trata-se de uma pesquisa aplicada na modalidade de produção de tecnologia, contemplado no Edital 01/2018 de Demanda Universal da FAPEMIG com R$ 28.229,88 para desenvolvimento do projeto (APQ-00556-18). Trata-se de um projeto multicêntrico que conta com participação de docentes da UFJF e seus orientandos de graduação e mestrado, além de pesquisadores da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (Vilanice Alves de Araújo Püschel e Heloisa Helena Ciqueto Peres- Programa de Pós-Graduação em Enfermagem na Saúde do Adulto – PROESA) e Universidade de Campinas -Unicamp (Ana Paula Boaventura).

Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (5) .

Financiador(es):Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro. Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 4

Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

 

  1. Avaliação do Programa de Controle da Tuberculose em Juiz de Fora- MG

ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

Coordenador: Dra. Girlene Alves da Silva

Descrição: Projeto de avaliação utilizando de métodos quanti e quali de pesquisa e tendo trabalhadores, gestores e usuários como sujeitos ativos na redução das vulnerabilidades ao adoecimento por tuberculose. É parte do projeto de pesquisa integrado (Guarda-Chuva), que pretende se articular e/ou se desdobrar em outros (sub) projetos. Pesquisa avaliativa, com a abordagem metodológica mista, de natureza quanti-qualitativa, que terá como cenário o município de Juiz de Fora – MG

Professora Girlene Alves da Silva foi contemplada com financiamento pela FAPEMIG em seu projeto: Avaliação do Programa de Controle da Tuberculose em Juiz de Fora- MG (apq-03011-17) com valor de R$ 43.455,51. Nesse projeto estão inseridos estudantes de graduação, pós-graduação (mestrado e doutorado) e docentes da faculdade de enfermagem e do programa de pós-graduação em saúde coletiva da faculdade de medicina da UFJF (Dr. Isabel Cristina Gonçalves Leite). Além disso, participam do projeto, pesquisador de renome nacional em pesquisa sobre tuberculose, Dr. Antônio Ruffino Netto, da Escola de Medicina da Universidade de São Paulo.

Situação: Em andamento;

Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado (1) / Doutorado: (1).

 

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro. Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 2

 

  1. Avaliação do ambiente da prática de Enfermagem, omissão de cuidados e clima de segurança: percepção dos profissionais de enfermagem de três regiões do Brasil

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dra. Herica Silva Dutra

Descrição: Trata-se de estudo transversal, descritivo e correlacional com abordagem quantitativa. O objetivo principal desta investigação é avaliar a percepção dos profissionais de enfermagem sobre o ambiente da prática de enfermagem, satisfação no trabalho, omissão de cuidados e clima de segurança em um hospital de Minas Gerais por meio do uso de instrumentos validados. Serão convidados a participar do estudo profissionais de enfermagem que trabalham na instituição alvo. Os dados obtidos poderão direcionar a elaboração de políticas institucionais voltadas a melhorias no ambiente de prática da enfermagem, na qualidade da assistência de enfermagem e na segurança e satisfação dos pacientes. A professora Dr. Herica Silva Dutra juntamente com a professora visitante do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFJF, forma contempladas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) – com auxílio financeiro de R$ 15.100,00.

Situação: Em andamento.

Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro. Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 3

 

  1. CUSTO-EFETIVIDADE NA ATENÇÃO DOMICILIAR: ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CUIDADO ORIENTADO POR DIFERENTES PROTOCOLOS

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dra. Edna Aparecida Barbosa de Castro e Dra. Kênia Lara da Silva

Descrição: Nesta pesquisa tomamos como objeto o impacto orçamentário/financeiro da estratégias de transferência de cuidado para a atenção domiciliar, enquanto ferramenta no processo de decisão sobre a implantação e manutenção destes serviços na rede pública de atenção à saúde. Existem lacunas de conhecimento sobre a relação custo-efetividade da AD, com indicação de variações conforme o perfil dos casos, o ponto da rede de atenção ao qual o serviço é vinculado e a transferência de custos para as famílias. A DP Edna Aparecida Barbosa de Castro, lider do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Autocuidado e Processos Educativos em Saúde e Enfermagem (GAPESE) (http://www.ufjf.br/gapese/recursos-humanos/lideres-do-grupo/ ) em parceria com a pesquisadora Kenia Lara da Silva da Escola de Enfermagem da UFMG mantem o projeto em tela, contemplado com fomento pela FAPEMIG – Chamada 07/2017 – Programa de Pesquisa para o SUS – PPSUS, no valor de R$ 79.111,20 (APQ-04032-17).

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2).

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro. Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 4

 

  1. Desenvolvimento e validação de sistema inteligente móvel para avaliação multidimensional de idosos: avaliação clínica, psicossocial e funcional

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dr. Ricardo Bezerra Cavalcante

Descrição: Buscamos desenvolver sistema inteligente móvel para o suporte ao processo de enfermagem, considerando a avaliação multidimensional do idoso. Espera-se desenvolver as funcionalidades: apoio a decisão de diagnósticos de enfermagem e plano de cuidados baseado na Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE); avaliação multidimensional do idoso integrado ao processo de enfermagem; monitoramento e predição de riscos a partir de inteligência artificial; sistema de retaguarda de compartilhamento de informações por meio de mensageiros instantâneos. A pesquisa de desenvolvimento tecnológico será realizada em duas fases: FASE 1: Desenvolvimento da Inovação Tecnológica; FASE 2: Validação da Inovação Tecnológica. Iniciado no ano de 2020, o projeto foi contemplado no Edital FAPEMIG (Chamada PPSUS.APQ-00707-20) com fomento no valor de R$ 33.169,84
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.

 

  1. implantação e efeitos do sistema Prontuário Eletrônico do Paciente e-SUS Atenção Básica

(ADERÊNCIA A 2ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dr. Ricardo Bezerra Cavalcante

Descrição:  FASE 2 do Projeto multicêntrico envolvendo as universidades (UFSJ, UFMG, FUMEC, UFJF, UNINOVA – Lisboa/Portugal). Este estudo tem como objetivo avaliar a implantação do componente Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) do sistema e-SUS Atenção Básica e seus efeitos na organização do processo de trabalho e na gestão do cuidado em Unidades Básicas de Saúde (UBS). Trata-se da FASE 2 do estudo, onde a coleta de dados destina-se às demais regiões de Minas Gerais, especificamente as regiões Leste, Nordeste e Norte. O projeto foi contemplado em 2018 pelo Edital FAPEMIG (PPM XXII – PPM-00248-18), com fomento no valor de R$ 50.400,00.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (9) / Doutorado: (1) .

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 11 / Número de orientações: 12

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.

 

  1. SISTEMA DE INFORMAÇÃO DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÃO: IMPLANTAÇÃO E EFEITOS DE UMA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA.

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dra. Eliete Albano de Azevedo Guimarães e Dr. Ricardo Bezerra Cavalcante

Descrição:  Busca-se avaliar o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização em suas duas dimensões a saber: a implantação da tecnologia; os efeitos da tecnologia sobre a gestão do cuidado e sobre o trabalho dos profissionais de saúde. Utiliza-se a avaliação como referencial teórico e a triangulação de abordagens. O projeto foi  contemplado no ano de 2018 pelo edital FAPEMIG (APQ-03787-17 – PPSUS) com fomento no valor de R$ 60.669,36
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) .
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.

 

  1. Uso de equipamentos de proteção individual pelos profissionais de saúde no combate a COVID 19.

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

Coordenador: Dra. Angélica da Conceição Oliveira Coelho

Descrição: O objetivo do estudo é avaliar a adesão e uso de EPI por profissionais da Atenção Primária à Saúde e profissionais vinculados a programas de residência na área da saúde no combate à pandemia da COVID-19 e os fatores de risco relacionados. Trata-se de estudo transversal descritivo, analítico com inclusão de etapa metodológica. Os participantes do estudo serão todos os profissionais atuantes na APS dos municípios brasileiros e todos os profissionais vinculados a programas de residência na área da saúde que aceitarem participar livremente. A etapa metodológica procederá a validação de conteúdo do instrumento elaborado para a coleta de dados e os participantes para esta etapa serão juízes com experiência em validação de conteúdo, experiência na área de doenças infecciosas e ou atuação na APS. O projeto foi contemplado em 2020 pelo Edital  Chamada MCTIC/CNPq/FNDCT/MS/SCTIE/Decit Nº 07/2020 (Processo n. 401457/2020-6) – Pesquisas para enfrentamento da COVID-19, suas consequências e outras síndromes respiratórias agudas graves, com fomento no valor de R$ 58.000
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) .
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro. Universidade Federal de Juiz de Fora – Bolsa. Número de orientações: 3

UFJF totaliza 15.972 exames de Covid-19 realizados em seus laboratórios

 

  1. Difusão da inovação tecnológica: Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização

(ADERÊNCIA A 2ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dr. Ricardo Bezerra Cavalcante

Descrição: Busca-se Avaliar a difusão de uma inovação tecnológica, nesse caso o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização. A pesquisa é desenvolvida em Minas Gerais triangulando dados quanti-qualitativos a partir dos referenciais da Avaliação. O estudo é multicêntrico e envolve as seguintes instituições: Universidade Federal de São João Del Rei; Universidade Federal de Juiz de Fora; FUMEC; Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais..

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Financiado pela FAPEMIG (APQ-01505-17)

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.

 

  1. Esquizofrenia Refratária – Medicação Neuroléptica Atípica Clozapina: Prevalência do Uso de Álcool e Outras Drogas, de Síndrome Metabólica e Polimorfismo nos Genes GSTM1 e GSTT1

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dra.  Luciana Lara dos Santos e Dr. Ricardo Bezerra Cavalcante

Situação: conclusão em 2020

FAPEMIG (Edital nº1/2015)

Descrição: O projeto busca à avaliação, controle e prevenção do uso de drogas, da síndrome metabólica e do polimorfismo genético em pacientes portadores de esquizofrenia refratária. Desta forma, sendo possível produzir conhecimentos que possam subsidiar a elaboração de políticas públicas que visem melhorar a efetividade do tratamento, diminuir os gastos públicos e evitar a expansão destes agravos à saúde que são líderes de morbidade e mortalidade nas estatísticas mundiais. Este programa tem assim como objetivos determinar a prevalência do uso de drogas e a incidência de síndrome metabólica e de polimorfismos nos genes GSTM1 e GSTT1 em pacientes portadores de esquizofrenia refratária em uso de medicação neuroléptica atípica (Clozapina) do município de Divinópolis/Minas Gerais. Por constarem como prioridades na atenção à saúde e pela necessidade do levantamento destes dados como possíveis subsídios para a pactuação do município no Plano Diretor da Atenção Básica. Além de valorizar e otimizar a academia e as unidades básicas de saúde como espaços públicos de convivência e de promoção da ressocialização e da qualidade de vida dos pacientes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) .

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6

 

  1. O uso da informação na Atenção Primária a Saúde – Estratégias da gestão municipal no planejamento e na tomada de decisão: Estudo em Minas Gerais

(ADERÊNCIA A 1ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenador: Dr. Humberto Ferreira de Oliveira Quites e Dr. Ricardo Bezerra Cavalcante

 

FAPEMIG (APQ-01753-18).

Descrição: Diante da importância da informação em saúde no cenário organizacional dos serviços públicos, onde suas práticas são cada vez mais necessárias e exigidas nos processos existentes, este estudo aborda dificuldades e barreiras que envolve a gestão estratégica da informação pelos gestores municipais na Atenção Primária a Saúde. O objetivo do trabalho consiste em analisar o uso de informações na Atenção Primária em Saúde (APS) pelos gestores municipais em Minas Gerais, por meio de um estudo que articula métodos quantitativos e qualitativos. Será inicialmente aplicado um questionário online junto aos secretários municipais em todo o Estado. Os dados serão trabalhados por meio de análise multivariada e análise espacial. Posteriormente serão realizadas entrevistas semiestruturadas com um grupo destes secretários para compreender percepções e ações objetivas na gestão estratégica da informação em saúde na tomada de decisão, sendo trabalhadas pelo método de análise de conteúdo. Com o estudo pretendemos subsidiar um debate sobre as estratégias que eventualmente superem desafios e dificuldades inerentes à prática cotidiana voltada à tomada de decisão em saúde no nível primário de Atenção à Saúde usando a informação..

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.

 

  1. Ventilador Mecânico Eletropneumático Simples (VMPES) de Aplicação Específica para Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (ARDS) Causada por COVID-19.

(FAPEMIG APQ-00629-20, R$ 31.834,00) – (ADERÊNCIA A 2ª lINHA DE PESQUISA DO ppg)

 

Coordenação: Pedro Santos Almeida e Thiago Cesar Nascimento

Descrição: A ventilação mecânica (VM) tem sido necessária em pacientes que apresentam Síndrome de Desconforto Respiratório Agudo (SDRA ou ARDS) devido à COVID-19 em casos moderados e graves. No Brasil e no mundo já existem indicações de que os VMs disponíveis são insuficientes para atender ao eventual pico de demanda da infecção. A produção de VMs mesmo com providências emergenciais ocorre em uma taxa bastante abaixo daquela necessária para suprir as demandas no mundo todo. O Brasil, não sendo autossuficiente na produção de VMs, encontra-se dependente da importação de países que já possuem seus próprios déficits de VM e estão voltando suas produções para as necessidades internas. A proposta atual é a de especificar e construir um VM que seja compatível somente com as necessidades do suporte ventilatório de paciente com ARDS, o que simplificaria bastante projeto e construção, e consequentemente a velocidade de fabricação por indústria nacional..

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: (2) .

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro.