Fechar menu lateral

Mensagem do reitor

 

Desafio e superação. Estas palavras revelam bem o que ocorreu no exercício de 2019 para a Universidade Federal de Juiz de Fora. Ano de mudanças no executivo, grandes incertezas orçamentárias, muitas alterações regulatórias no âmbito da administração federal e de esforços para manter orgânica e com norte uma instituição federal que completou 59 anos, atende mais de 20.000 estudantes, tem destacada relevância na economia e na sociedade e é o maior equipamento público em sua região.

A UFJF oferece 93 cursos de graduação para 21.000 alunos, com investimento em mais de 3.100 bolsas; são 2.792 alunos em mestrado/doutorado, espraiando-se por 71 cursos, com investimento de recursos do próprio orçamento em 218 bolsas (além daquelas da CAPES, CNPq e FAPEMIG); são 538 projetos de extensão com mais de 800 bolsas nesta modalidade. A universidade oferece ainda 117 convênios internacionais e atende mais de 4.700 alunos com bolsas de assistência. Somos detentores do maior parque cultural da cidade de Juiz de Fora, com museus, teatros e espaços de arte, além da inauguração de um Jardim Botânico e da atuação do Centro de Ciências, espaços de integração extensionista da universidade com a sociedade.

A UFJF faz jus ao dístico de seu brasão: lumina spargere. Como espaço universitário, é por onde o conhecimento se espalha, em nome da ciência e da formação de qualidade. O compromisso da Universidade com uma sociedade livre, aberta e democrática, diversa e inclusiva, é condição essencial para o desenvolvimento social e econômico e o combate à desigualdade, o maior dos desafios nacionais. A ciência, em integração com estes valores, é o compromisso que entregamos à sociedade.

2020 será o ano do nosso novo Plano de Desenvolvimento Institucional e a comemoração dos 60 anos da instituição. Os resultados de 2019, com todos os seus desafios, mostram nossa crescente força de superação. É assim que seguiremos.

 


Marcus Vinicius David
Reitor da UFJF