Fechar menu lateral

Mensagem do Reitor – RG 2020

 

          O ano de 2020 foi de grandes desafios para todas as Universidades Federais. No mesmo ano em que a Universidade Federal de Juiz de Fora completou 60 anos, uma instituição que é referência para a cidade de Juiz de Fora e toda uma área que abrange mais de dois milhões de habitantes, toda a sociedade foi impactada pelo desenrolar da pandemia COVID-19. Por tratar-se do principal desafio epidemiológico em cem anos, impactando, em particular, toda uma rede de ensino, pesquisa e extensão, foi necessário transitar do ensino presencial para o ensino remoto emergencial; os grupos de pesquisa reorganizaram suas atividades; a pós-graduação foi desafiada em suas atividades práticas, aulas e defesas; a extensão esteve voltada para reorganizar-se em atividades que também envolvessem a relação direta da UFJF com ações de combate à doença. Tal também se deu com a Universidade como um todo, colocando-se à disposição do Sistema Único de Saúde para a realização de testes contra a doença (mais de vinte e seis mil testes foram realizados), foram desenvolvidas máscaras e protetores, a produção de álcool e sabão em suas instalações foram intensificadas. Hoje existem mais de cem projetos de pesquisa e outros cem de extensão voltados para tais ações; o principal acompanhamento estatístico sobre a região também é conduzido pela Universidade. Foram mantidas ações visando a proteção aos estudantes mais vulneráveis, com a aprovação e execução de bolsas que atendessem às necessidades digitais dos alunos, bem como sua manutenção; empréstimos de equipamentos e monitoramento das atividades à distância. Professores e técnicos foram se adaptando às atividades remotas emergenciais para a garantia de sua qualidade e eficácia e novas ferramentas para o ensino e o trabalho administrativo foram se estruturando.

          Em seus 60 anos, a UFJF cumpriu rigorosamente o que dela se espera – qualidade, atenção e cuidado com sua comunidade. Toda a rede das universidades federais atuou decisivamente e na linha de frente contra a COVID-19. Foram ações diretas, o fornecimento de insumos, pesquisas de medicamentos, exames e vacinas. Em Juiz de Fora, o Hospital Universitário, campo de ação decisivo na formação da área de saúde, reinventou-se também como um dos principais espaços regionais no combate à doença. A missão das instituições federais provou mais uma vez como as universidades são um ator decisivo para a sociedade brasileira.

          A Universidade Federal de Juiz de Fora segue cumprindo sua missão. Permanecemos com nossas atividades mesmo com toda a adversidade. Perseveram muitas dificuldades na execução das atividades pelos crescentes ajustes orçamentários, sob responsabilidade do governo federal, o que nos subfinancia e prejudica nossas contribuições para toda a sociedade. Somos mais desafiados a cada ano, consideradas as condições de financiamento e o enfrentamento dos desafios trazidos pelas condições socioeconômicas, os riscos para a saúde pública e a tarefa permanente para que a educação brasileira seja uma ferramenta, também ela, de mudança social, contra a desigualdade e em defesa do desenvolvimento.

          O ano 2020 foi de resiliência. 2021 será mais um ano para que a Universidade possa perdurar e contribuir com uma sociedade mais plural, livre, democrática e aberta à ciência.

 


Marcus Vinicius David
Reitor da UFJF